Você sabe como instalar o Google Analytics? Essa é uma dúvida muito frequente entre os profissionais que estão iniciando a sua carreira no mercado da análise de dados e ainda não possuem tanta profundidade neste assunto. 

Mas, não se preocupe! Nós da Mirago iremos te auxiliar nesta tarefa e mostrar que é mais fácil do que você imagina. Você vai entender o quanto esta ferramenta poderá te ajudar a buscar melhores resultados e acompanhar de perto a performance de seu site e suas ações de marketing. 

Continue lendo este artigo e descubra todos os detalhes de como instalar o Google Analytics de maneira simples e rápida. 

Reproduzir vídeo
4.8
4.8/5

(18 avaliações)

Domine essa ferramenta fundamental para otimizar uma estratégia de Marketing Digital: o Google Analytics.

O que é Google Analytics?

Antes de mais nada, é fundamental retomar o conceito do Google Analytics e entender a importância dessa ferramenta para a área do Marketing Digital

Diante disso, o Google Analytics é uma plataforma de monitoramento e análise de sites, disponibilizada gratuitamente pelo Google, a fim de coletar dados de acesso, comportamento e navegação, por meio de códigos de rastreamento.

A primeira versão do Google Analytics foi lançada em 2005 e hoje encontra-se na quarta geração, também conhecida como GA4. 

Com os dados proporcionados pelo Google Analytics, é possível ter uma visibilidade dos seus resultados e entender qual o melhor caminho a seguir, comprovando a performance de suas campanhas e evitando que possíveis erros possam acontecer em outras ações a serem implementadas. 

Você terá um auxílio em todas as etapas de gerenciamento de site, e-commerce, fases da jornada do consumidor, seja o seu próprio ou de clientes. 

Além disso, existem alguns recursos disponibilizados pelo GA que são essenciais para o bom funcionamento da ferramenta. São eles:

  • verificar o número de visitantes, se estão lá pela primeira vez ou se retornaram;
  • conhecer as origens de tráfego, ou seja, de onde estão vindo os acessos que chegam ao site;
  • entender quais ações nas suas redes sociais que te trazem maior retorno de investimento;
  • saber quais as campanhas de marketing que proporcionam melhor resultado;
  • compreender como anda o desempenho da sua loja, caso tenha.  
  • analisar as metas do site que foram atingidas, quando traçadas pelos profissionais no início da campanha. 

Quais são as métricas e seções mais importantes do Google Analytics?

Como dito anteriormente, o Google Analytics oferece dados capazes de contribuir com muitos insights e oportunidades de melhorias para seu site e suas campanhas. Sem eles, entender a performance de uma determinada ação de marketing, por exemplo, se torna impossível. 

Mas, com as métricas e seções corretamente configuradas, as suas chances de aumentar os resultados e fazer com que a sua empresa cresça, será ainda maior. Veja quais são elas a seguir:

Seções do GA:

  • tempo real: nesta seção é possível identificar os usuários que estão acessando o seu site no exato momento;
  • público-alvo: são grupos de usuários que você cria com base em uma combinação de atributos relevantes para sua empresa;
  • aquisição: é possível perceber de forma clara quais canais geram mais tráfego no site;
  • comportamento: ele auxilia no entendimento do comportamento de seus usuários, como eles interagem com seu site e a criar um funil de conversão para seu site. 
  • conversões: compreende quais são as páginas que estão convertendo mais, ajudando no monitoramento e acompanhamento das metas;

Já as métricas são:

  • número de visitantes: é importante lembrar que um visitante pode visitar o seu site várias vezes dentro de um período ou iniciar sua navegação por meio de diferentes canais;
  • número de hits: qualquer interação de um visitante com o seu site, começa com um hit. Sempre que um visitante acessar alguma página com o código de acompanhamento instalado, um novo hit é recebido pelo Google Analytics;
  • número de sessões: uma sessão pode ser entendida como um conjunto de hits gerados por um visitante ao navegar.
  • taxa de rejeição: também chamada de bounce rate, está relacionada a uma métrica gerada quando a navegação não ultrapassa uma página do site;
  • duração das sessões: bom base nos hits, o GA determina o tempo gasto pela interação do visitante no site;
  • canais de tráfego: maneiras que o visitante pode acessar a sua página, como digitar diretamente a URL, mídias sociais, e-mail, links patrocinados do Google Ads, tráfego orgânico (SEO) ou uma landing page específica, por exemplo;
  • novos usuários: novos visitantes que nunca haviam acessado o seu site antes;
  • páginas mais acessadas: lista das páginas que tiverem mais tráfego no seu site;
  • ticket médio: a receita dividida pelo total de transações para entender se as conversões estão trazendo o retorno do investimento nas campanhas.

Quais as vantagens de utilizar o Google Analytics na sua empresa?

Se você ainda tem dúvidas de que o GA é a ferramenta ideal para a sua empresa, nós iremos comprovar a sua eficiência e importância para o Marketing, com as vantagens e benefícios de utilizá-las. 

Além de ser uma plataforma gratuita, onde você não pagará nada para utilizá-lo e, ainda assim, terá informações privilegiadas sobre as suas ações e uma ótima base para tomar decisões mais assertivas dentro da sua campanha, provavelmente, em alguns dos tópicos listados aparecerá uma dor ou dificuldade da sua marca, que será solucionada a partir do uso do Google Analytics. 

Veja abaixo:

  • saber a origem das visitas: é uma forma de antecipar as tomadas de decisões e executá-las da maneira correta, evitando retrabalhos;
  • conhecer o perfil dos visitantes: de extrema importância para personalizar os seus criativos e direcioná-los para as pessoas certas;
  • descobrir quais canais mais convertem: possibilita realizar testes A/B para medir a eficiência de uma página, criativo ou canais, a fim de entender qual deles tem mais conversões;
  • identificar os conteúdos com mais desempenho: você poderá analisar quais são os artigos que mais estão performando dentro do seu blog, dependendo dos parâmetros que você preferir;
  • descobrir a velocidade do carregamento: ideal para para entender se os resultados em conversão podem estar sendo impactados por esse fator. 

Como instalar o Google Analytics? Conheça o passo a passo!

Agora que já retomamos o conceito do Google Analytics, quais são as suas métricas e seções, além da importância do uso dessa ferramenta na sua empresa, chegou a hora de entender como instalá-la e utilizá-la corretamente no seu dia a dia. 

Neste conteúdo iremos mostrar como realizar a instalação num site WordPress. Confira!

  1. A primeira coisa a se fazer para instalar o Google Analytics é gerar o seu código de acompanhamento exclusivo. Veja:
  • Vá até a página do Google Analytics, clicando aqui;
  • Clique no botão que se encontra no canto superior direito “Start for Free” ou Comece grátis (conforme indicado na imagem abaixo). Ou clique em “Fazer login” (Sign in to Analytics) caso já tenha uma conta no Google.
  1. Configure uma propriedade na sua conta do Google Analytics. Uma propriedade representa seu website ou aplicativo, assim como o ponto de coleta no Google Analytics para os dados do seu site ou aplicativo;
  1. Configure uma vista de relatórios na sua propriedade. Com as vistas, é possível criar perspectivas filtradas dos seus dados. Por exemplo, todos os dados, exceto aqueles associados a endereços IP internos da sua empresa, ou todos os dados associados a uma região de vendas específica;
  1. Siga as instruções para adicionar o código de acompanhamento ao site. Assim, você poderá coletar dados na sua propriedade do Google Analytics.

Com a conta criada e o código de acompanhamento criado você terá que fazer a instalação, de maneira simples e prática. 

Mas, antes de iniciar, é fundamental verificar se você tem permissão para editar seu website, seja na parte de código, acesso ao seu WordPress, ou qualquer outro sistema de gerenciamento de conteúdo.

Se a resposta for não, você terá que entrar em contato com a equipe de TI ou o desenvolvedor que criou o seu site. Se a resposta for positiva, podemos seguir adiante. Veja:

  1. Vá até a página do Google Analytics e copie o código de “Acompanhamento de website” e copie o código que está dentro da caixa;
tag de acompanhamento google analytics
  1. Faça login em seu WordPress,
  1. Vá até o Dashboard do seu WordPress  → Plugins → Adicionar novo:
  • No campo de busca, digite “Insert Headers and Footers”;
  • Clique em “Buscar” e o WordPress lhe dará os resultados encontrados. Encontre o plugin correto e clique em “Instalar agora”.
  1. Ative o plugin e procure-o dentro do menu “Configurações”.
  1. Procure a seção “Scripts in Header” e insira o código de acompanhamento;
  1. Pronto! Agora é só salvar e as métricas em seu site começarão a ser computadas.

Percebeu como é prático instalar o Google Analytics? Com esse passo a passo, essa tarefa se tornou ainda mais fácil, não é mesmo?

No entanto, é essencial que os próximos passos também sejam realizados corretamente, para que você consiga extrair os dados com mais assertividade, de acordo com os números identificados no seu site. 

Como fazer a configuração correta do seu GA com base nos direcionamentos do próprio Google:

  1. Permita a alteração de configurações e a interação com os dados;
  2. Vincule suas contas do Google Ads e do Google Analytics para compartilhar dados entre elas e compreender melhor como os esforços de marketing influenciam o comportamento do usuário nos seus sites ou aplicativos;
  3. Configure as vistas de relatórios para alinhar usuários do Google Analytics e dados relevantes;
  4. Defina as metas para identificar as ações que você quer que os usuários realizem no seu site ou aplicativo, assim como definir um valor monetário para essas ações;
  5. Conheça na Galeria de soluções as opções de painéis, relatórios personalizados e segmentos que você pode usar na sua conta do Google Analytics;
  6. Modifique seu código de acompanhamento para coletar mais dados, como:
  • Interações do usuário com links, botões, controles de vídeo e outros elementos dinâmicos no seu site ou aplicativo;
  • Atividades de comércio eletrônico, como o engajamento dos usuários com listas de produtos e promoções internas. Você também pode ver como seus usuários passaram pelo funil de compra e pelo processo de check-out. 

Concluindo

A correta instalação e configuração do Google Analytics é essencial para que você possa extrair informações relevantes para o seu negócio que auxiliem na tomada de decisão em relação às suas ações de marketing.

Caso queira saber muito mais sobre as diversas possibilidades do Google Analytics, confira nosso Curso de Google Analytics, um curso completo que vai te mostrar como extrair o máximo potencial desta incrível ferramenta!

Ludy Amano

Fundador da Mirago, atuou como consultor de marketing digital por muitos anos. Formado em comunicação social pela ESPM, já ministrou aulas em instituições como BSP, Trevisan Escola de Negócios e Escola São Paulo. Atualmente se dedica a inovação na educação do mercado digital.