Como usar o Yoast SEO: títulos e metadados

Gerencie seus metadados e títulos das páginas para ter um melhor desempenho na busca orgânica (gratuita) do Google.

Aprender como usar o Yoast vai ajudar seu site a melhorar o desempenho nas pesquisas. Para isso, é preciso entender as possibilidades dessa ferramenta e tudo que ela faz.

Este artigo faz parte do Curso WordPress Completo Online. Para se aprofundar no tema, acesse a página do curso.

Como o Yoast SEO se comunica com você

A primeira coisa a entender é a comunicação do Yoast SEO sobre os problemas que estão afetando seu posicionamento. Isso acontece num código de quatro cores:

  • Cinza – significa que não existem informações o suficiente para avaliar a página;
  • Vermelho – desempenho ruim, problemas sérios, pode atrapalhar seu posicionamento;
  • Laranja – problemas médios, não atrapalha seu posicionamento mas dificilmente vai atrair tráfego, tente melhorar;
  • Verde – bom desempenho, página pronta para disputar uma palavra-chave.

O ideal, claro, é sempre manter as suas páginas com o sinal verde. Se você trabalhar para isso, vai conseguir obter melhores posicionamentos. Para isso é necessário aprender como usar os sinais de problemas do Yoast.

Como usar o Yoast SEO enquanto escreve um texto

O Yoast SEO aparece na sua ferramenta de edição de texto em duas formas: abaixo do texto e a partir da coluna lateral direita (para ativar, clique no botão com o logo do plugin ao lado da engrenagem das Configurações).

Independente de como você prefira visualizar o Yoast SEO, ele conta com as mesmas 3 partes:

  • Prévia de amostra – exibe como a página vai ser vista nas pesquisas;
  • Análise de legibilidade – ajuda a tornar o texto mais fácil de ler;
  • Análise de SEO – serve de guia para os posicionamentos.

Vamos conversar sobre estes 3 elementos que você precisa saber como usar no Yoast.

Análise de SEO

A análise de SEO serve de guia para mostrar como cada um dos elementos que importam no SEO está sendo trabalhado no seu artigo.

A divisão destes pontos é a seguinte:

  • Frase-chave no título – indica se o uso da palavra-chave especificada no título está de acordo com o necessário.
  • Frase-chave na introdução – fica verde se o termo está na primeira linha de texto;
  • Tamanho da frase-chave – ajuda a ver se a frase-chave vai competir por um termo de pouco ou muito acesso;
  • Densidade da frase-chave – mostra se a palavra chave está sendo usada mais ou menos do que o recomendado;
  • Frase-chave na meta descrição – diz se a descrição da página que aparecerá nas pesquisas contém a palavra-chave;
  • Tamanho da meta descrição – ajuda a verificar se a meta descrição está longa demais para aparecer por inteiro ou pequena demais para chamar a atenção;
  • Frase-chave usada anteriormente – indica se você já usou a frase-chave em outra página. É comendado ter apenas uma página focada em cada frase-chave.
  • Comprimento do texto – mostra se o texto está com o tamanho mínimo recomendado para um bom posicionamento;
  • SEO largura do título – explica se o seu título SEO está num tamanho eficiente para aparecer nas pesquisas;
  • Frase-chave na slug – diz se as principais palavras da frase-chave estão na URL do texto;
  • Links de Saída – mostra se você adicionou links de saída, o que é recomendado;
  • Links Internos – fica verde quando você coloca links internos o suficiente para outros textos do seu site;
  • Distribuição da frase-chave – mostra se as frase-chaves usadas estão muito concentradas ou se estão bem distribuídas;
  • Atributo alt da imagem – diz se a página tem imagens e se alguma delas contém um atributo alt que contenha a frase-chave.

Você precisa entender, entretanto, que deixar todos os sinais do Yoast verdes não é garantia de um bom posicionamento. Existem muitos outros fatores incluídos. Por isso é preciso estudar mais sobre o assunto!

Prévia da amostra

Uma grande dúvida das pessoas na hora de aprender como usar o Yoast está relacionada à prévia da amostra. Aqui, você consegue alterar o Título SEO, o Slug e a Meta Descrição do seu texto.

O Título SEO é o nome que a sua página terá nos mecanismos de buscas. Ele não precisa, necessariamente, ser feito usando o mesmo título do artigo. Você pode pensar em um copywrite mais focado em páginas de busca, fazendo algo mais atraente ao leitor.

Já o slug é o que você deseja que apareça como URL da página. Se ela faz parte de algumas categoria, provavelmente vai ter algo como: www.seudomínio.com/categoria/slug-da-palavra-chave.

O padrão é que o WordPress use uma série de números. Você pode alterar para que fique padronizado que a URL seja o título original do texto. Desta forma, quase sempre a frase-chave vai estar também no slug auto-gerado.

Por fim, a meta descrição é o texto que acompanha seu site nas pesquisas orgânicas. Ela precisa conter uma vez a frase-chave e ter um tamanho que seja grande o suficiente para chamar a atenção mas pequeno o suficiente para aparecer para baixo.

Análise de Legibilidade

Ao aprender como usar o Yoast, quase sempre as pessoas esquecem de entender a análise de legibilidade. Esse é um apoio para o redator conseguir fazer um texto que seja agradável para a leitura.

Os tópicos da análise de legibilidade são:

  • Palavras de transição – o Yoast considera uma série de palavras como transição entre frases. Falamos mais disso abaixo;
  • Distribuição de subtítulo – ajuda a verificar se o texto entre os subtítulos é menor do que 300 palavras, o número recomendado;
  • Frases consecutivas – ajuda e verificar se você está fazendo um texto que tenha cadência, sem repetir demais termos e palavras de forma próxima;
  • Tamanho dos parágrafos – mede se seus parágrafos estão ficando grandes e sufocantes demais para o leitor;
  • Tamanho da frase – verifica se você está usando muitas frases longas e cansativas.

Por mais importante que seja a análise de legibilidade, ela não mede alguns fatores importantes para prender o leitor, como a escaneabilidade e o webwriting. Por isso é importante também estudar marketing de conteúdo para produzir seus textos.

Como usar palavras de transição no Yoast

Muitas pessoas que se preocupam com a análise de legibilidade se perguntam o que significam as palavras de transição. Essas são palavras que servem de conectivo entre diferentes frases.

Se você fizer várias frases curtas, elas ficam sem conexão. Por isso as palavras de transição importam no Yoast: elas ajudam a pessoa a ir de uma frase a outra.

Normalmente as palavras de transição aparecem no começo da frase. Abaixo você confere algumas palavras de transição que o Yoast considera neste tópico:

  • Assim;
  • Aliás;
  • Contudo;
  • Então;
  • Enfim;
  • Porque;
  • Portanto;
  • Ainda mais;
  • Acima de tudo;
  • Já que;
  • Ou seja;
  • Por exemplo;
  • Sem dúvida;
  • Só para ilustrar;
  • Só que;
  • Tanto quanto;
  • Uma vez que.

Como a maioria dessas palavras funciona juntando frases, o normal é usar algumas em meio de parágrafo e ficar de olho no Yoast para ter certeza de que tudo está adequado.

O próximo passo…

Além de estudar um pouco de webwriting e escaneabilidade, é importante entender melhor como escrever o conteúdo em geral. Sem dúvida a melhor forma de alcançar esse objetivo é lendo nosso blogpost sobre marketing de conteúdo.

Além disso, pode ser interessante entender um pouco mais sobre frases-chave no nosso curso grátis de SEO Básico online.

Professor
Dúvidas

Nenhuma dúvida sobre essa aula foi postada ainda.

Envie sua dúvida

Você deve concluir pelo menos 50% do curso para avaliá-lo.

Exclusivo para Assinantes

Comece Gratuitamente

Crie sua conta Grátis e tenha acesso aos cursos ao vivo e muito mais.

Seja um Assinante

Tenha acesso ilimitado aos cursos, materiais, certificados e muito mais.

Já possui conta? Faça o login.