Você sabe o que é o Google Tag Manager e qual a importância dessa ferramenta para a sua estratégia de Marketing Digital? O GTM foi criado pelo próprio Google e foi desenvolvido para automatizar e gerenciar a implementação de tags de acompanhamento de sites, seja da sua empresa ou de seus clientes. 

Além de centralizar toda a gestão de códigos no GTM, o time de Marketing ganha autonomia para trabalhar, o que melhora a produtividade e reduz custos com TI.

Para saber mais detalhes sobre o Google Tag Manager e como utilizá-lo para melhorar a performance do seu site ou o site de seus clientes, continue lendo este artigo e descubra!

Reproduzir vídeo
4.9
4.9/5

(7 avaliações)

No Curso de Google Tag Manager você vai aprender, na prática, TUDO sobre o incrível Gerenciador de Tags do Google.

O que é Google Tag Manager?

O Google Tag Manager foi criado em 2012 para facilitar o dia a dia de profissionais que precisam monitorar conversões, visitas e métricas em geral do seu próprio site ou de clientes. 

Essa ferramenta foi desenvolvida para inserir pixels e scripts nos códigos do seu site para acompanhar toda a jornada do visitante pelas páginas, ou seja, por onde aquele determinado usuário passar, será registrado por meio das tags do site as suas ações. 

Com o Google Tag Manager, fica mais fácil fazer alterações e testes, evitando grandes esforços de programação e deixando a rotina do profissional de marketing mais prática. Muitas dessas tags são, por exemplo, códigos de rastreamento de visitas do Google Analytics, o Pixel do Facebook e de outras plataformas.

O GTM é ideal para você que necessita instalar diversos pixels em seu site, aumentando o seu tempo de carregamento. Ele serve para concentrar todas as tags dos pixels de conversão, evitando que o seu site fique mais lento. 

Utilizando o Google Tag Manager você consegue criar:

  • eventos para identificar cliques em botões,
  • envios de formulários,
  • visualizações de vídeos incorporados ao site;
  • ações que poderão ser mensuradas pelo Google Analytics.

Além disso, se você já usa um grande número de tags no seu site, ao trocá-las pela tag única do GTM, a performance do site também irá melhorar.

Como funciona o Google Tag Manager?

O Tag Manager é uma ferramenta muito robusta, dividida em três pilares: tags, regras e variáveis, que são elementos fundamentais para conseguir monitorar e medir a performance do seu site. 

Como dito anteriormente, as tags são scripts adicionados no código do site, sempre com a função de acompanhar algum tipo de atividade dos visitantes. Com elas, é possível ter um controle das métricas de números de visitas no site e em páginas específicas dentro dele.

Já as regras, servem para determinar quando uma tag será ativada, podendo escolher diversas ações diferentes para que seja a regra de ativação de uma tag, como:

  • um clique (imagem, link, botão, etc);
  • o carregamento de uma página;
  • o envio de um formulário.

Por fim, as variáveis são criadas para serem manipuladas dentro de suas tags ou de suas regras. Um exemplo muito simples são os monitoramentos para Google Analytics, como pageview e e-commerce, que precisam sempre da informação de qual é o seu código de propriedade. 

Para que você não precise memorizar ou ficar procurando aquele determinado código, com o Tag Manager você pode criar uma variável “código do Analytics”. Assim, você encontrará com mais facilidade, sem se preocupar em lembrar a sequência do código. 

Por que utilizar Google Tag Manager?

Agora que você já sabe o que é e como funciona o Google Tag Manager, chegou a hora de descobrir os motivos para utilizar essa ferramenta nas suas estratégias de Marketing. 

Com o avanço da tecnologia e a evolução contínua do Marketing Digital, contar com esse tipo de recurso para te auxiliar nas tomadas de decisões e entender como aquele usuário está navegando pelo seu site, é fundamental para ter ações mais assertivas e melhorar os resultados das suas campanhas.

O GTM é ideal para os profissionais que querem também evitar possíveis erros, tendo uma plataforma que possibilita fazer testes e alterações durante os processos, sem necessitar de muitos esforços ou possíveis refações.  

Veja a seguir as principais vantagens de usar o Google Tag Manager:

Aumento da produtividade

O GTM é uma ferramenta que contribui muito para o aumento da produtividade do time de Marketing. Isso porque, por meio dela, você consegue adicionar os scripts, que são uma das principais demandas, além de uma maneira relativamente simples, mas que pode se tornar algo complexo se não tiver o suporte de uma ferramenta de desempenho. 

Por isso, ela é uma ferramenta que auxilia no aumento da produtividade e diminuindo a complexidade de tarefas.

Além disso, com o GTM você não precisa acionar a equipe de TI para inserir os scripts, evitando possíveis atrasos nas entregas ou na implementação das campanhas. 

Acompanhamento de diversas métricas

Que as métricas são essenciais para o acompanhamento de resultados de uma ação contínua ou campanha todos nós já sabemos, não é mesmo? 

Além de proporcionar um direcionamento para as tomadas de decisões, as estratégias serão mais assertivas, atingindo em cheio seu objetivo de negócio ou o do seu cliente. 

O Google Tag Manager facilita consideravelmente a maneira como as tags que rastreiam essas métricas são aplicadas, o que gera uma prática muito mais simples ao marketing.

Por meio dessas métricas e do GTM, é possível entender melhor o seu público-alvo, seus interesses e a maneira como ele se comporta no seu site. Assim, você conseguirá entregar o que ele quer ver e melhorar a sua experiência dentro das páginas e, com isso, aumentar as chances de conversões. 

Ampliar as possibilidades de ações

Fazer melhorias dentro do seu site ou no dos seus clientes, é um dos primeiros passos para garantir que a conclusão de compra (ou outra conversão) seja realizada e com o Google Tag Manager, você poderá aumentar as possibilidades de ações.

Pensando nos seus hábitos de consumo e na experiência de compra que ele deseja ter em seu site, você conseguirá realizar essas alterações, deixando o seu site ideal para o perfil do seu público.

Ao ter um site com as tags instaladas corretamente, é possível realizar várias ações externas, como o remarketing na rede de display do Google e no Facebook, além de estratégias de e-mail marketing com base no comportamento das pessoas em seu site. 

Ter uma atuação mais estratégica no Marketing

Você não quer que as suas ações ou campanhas tenham um mau desempenho, certo? Para que isso não aconteça, é essencial investir em uma boa estratégia de Marketing, pensando sempre no comportamento do consumidor. 

Sendo assim, é de extrema importância o uso do Google Tag Manager para a inserção de tags personalizadas. 

O GTM ajuda a gerenciar os scripts com base em uma estratégia de marketing sólida, de acordo com o desempenho das vendas, com o engajamento do usuário e com as necessidades da empresa em melhorar esses e outros resultados.

Integra com ferramentas do Google Analytics

Outra grande vantagem do GTM é a possibilidade de integração com diversos softwares de análise, como o Google Analytics, por exemplo, que é uma excelente ferramenta de acompanhamento de desempenho e que contribui para o aumento dos resultados. 

Tendo acesso aos relatórios do Analytics, você terá acesso a mais dados, mais perspectivas e uma forma inteiramente nova de compreender a interação do GTM com o seu site. 

Facilita a realização de teste A/B

Os testes A/B são fundamentais para entender qual a preferência do seu público dentro do seu site e com o Google Tag Manager isso é possível. Isso porque, já que não é preciso configurar manualmente cada teste a ser realizado no site ou loja virtual, a realização do teste A/B será facilitada. 

Além disso, a ferramenta disponibiliza relatórios constantes para que o site seja otimizado continuamente, assim, obtendo melhores resultados.

Como criar e instalar o Google Tag Manager?

Chegou a hora de colocar a mão na massa. Para iniciar, você precisa se cadastrar gratuitamente na plataforma do Google Tag Manager. Caso você já tenha uma conta no Gmail, você pode usá-la para acessar a ferramenta.

Após isso, siga as instruções abaixo:

1. Inscreva-se na plataforma

Para novos usuários, ao clicar no botão “Cadastrar” será necessário preencher os campos com o nome da conta (empresa), país, URL do site e informar onde será usada a Tag do Google (Web, iOS, Android, AMP, Servidor).

criar conta no google tag manager

Depois de preencher, aceite os termos da plataforma.

2. Siga as instruções de codificação

Logo, em seguida, você receberá os códigos e as instruções para incluí-los no seu site, sendo um no <head> e o outro após a tag de abertura <body>. Você tem a opção de inserir os códigos no seu site agora mesmo, ou depois já que eles ficam disponíveis ​​no painel da plataforma. Depois, clique em “Ok”.

código para instalar o google tag manager

3. Crie sua tag

Em seguida, você precisará criar sua primeira Tag no Google Tag Manager.

criar nova tag no google manager

Aqui vai depender de que tipo de código você vai inserir. Existem vários tipos de tags, veja:

tipos de tag no google tag manager

Vamos dar uma exemplo relacionado ao Google Ads (remarketing). Você precisará do seu código de conversão e seu rótulo de conversão. Para encontrar esses códigos, siga as instruções abaixo:

  1. Faça login na sua conta do Google Ads em https://ads.google.com;
  2. Clique em Ferramentas (Google Ads | ferramentas [ícone]).
  3. Em Biblioteca compartilhada, selecione Gestor de públicos-alvo.
  4. No menu à esquerda, clique em Origens de públicos-alvo.
  5. No cartão Etiqueta do Google Ads, clique em Detalhes. Se ainda não configurou a etiqueta de remarketing, clique em Configurar etiqueta.
  6. Role para baixo e expanda a secção Etiqueta do Google Ads.
  7. Role ainda mais para baixo e selecione Utilizar gestor de etiquetas.
  8. Copie o seu ID de conversão.

4. Defina o tipo de acompanhamento e a variável

Na sequência, escolha um “Tipo de acompanhamento”. No caso, foi escolhido “Visualizações de página”, mas existem muitas outras opções.

Para que a sua tag seja rastreada no Google Analytics, a próxima etapa será selecionar uma nova variável no campo “Selecionar variável de configurações” e inserir seu ID, disponível na sua conta do Google Analytics.

5. Escolha o acionador para a sua tag

Em seguida, escolha um acionador, em outras palavras, escolha quando você deseja que a tag seja gravada, por exemplo, “toda vez que alguém acessar uma página” ou “todas as páginas” para obter Insights relevantes toda vez que alguém visualizar qualquer uma das páginas do seu site.

6. Salve e ative sua tag

Assim que preencher todas as informações solicitadas nas caixas “Configuração da Tag” e “Acionamento”, clique em “Salvar”.

Em seguida, clique em “Enviar” e você será direcionado a uma página de “Configuração de envio” em que poderá escolher entre duas opções: “Publicar e criar versão” ou somente “Criar versão”. 

Se você estiver pronto para inserir a tag em todas as páginas do seu site, selecione “Publicar e criar versão”. Daí é só clicar em “Publicar”.

Para saber sobre a ferramenta Google Tag Manager, confira nosso Curso de Google Tag Manager. Um curso completo que vai te ajudar a dominar do básico ao avançado esta incrível plataforma. Confira!

Celso Cestaro

Celso é consultor, pós-graduado em BI (Business Intelligence) pela ESPM (Escola Superior em Propaganda e Marketing), compreende e trabalha com ferramentas de Data Intelligence (dentre elas Google DataStudio, Power BI, Python e Supermetrics) para definição e acompanhamento de métricas e indicadores de SEM, Mídia de Performance para campanhas de search e display em redes sociais, programática (DMP/DSP) e Social Intelligence. Tem passagens por grandes agências como Edelman, Publicis, RPMA e AlmapBBDO.