É muito comum encontrarmos pessoas navegando na internet em qualquer lugar que passamos, hoje o Brasil é um dos países mais conectados do Mundo, encontramos várias pesquisas que falam sobre a quantidade de horas que o brasileiro consome internet e seus conteúdos, esse mar é o sonho de navegação de qualquer empreendedor ou profissional de marketing. E além do alcance o marketing digital tem um grande diferencial: é muito simples de mensurar os resultados. Por isso muitos investem todas suas fichas na internet e alguns não recebem o resultado esperado, nessa hora aparecem diversas possibilidades pela cabeça, a ideia desse post é te ajudar a compreender o que pode ter acontecido e o que fazer da próxima vez.

Vamos lá, como o marketing digital pode ajudar suas vendas?

É importantíssimo (antes de começar a planejar suas ações) que empresa, marketing e equipe comercial estejam alinhados quanto as expectativas. Quanto queremos alcançar, qual é o nosso foco, quais são os pontos fortes dos nossos produtos, quem são nossos principais concorrentes, qual é nosso discurso de venda, o que dizem nossos clientes e o principal: nós acreditamos na internet? Vejo várias empresas com investimento e bons produtos não terem resultado simplesmente porque o marketing acredita no digital e o setor de vendas prefere o método tradicional de atração de clientes. Com isso ele não ajuda o marketing digital e para mim, o setor comercial é peça chave dessa engrenagem.

Ora, mas por que o comercial é importante nesse processo? Ele é quem está frente a frente com o cliente, se vamos atrair pessoas para a empresa, precisamos saber o que pessoas parecidas com elas pensam e o que esperam encontrar. Quem conhece seu cliente com a palma da mão? Seu vendedor! Quem sabe quais termos essas pessoas usam para falar do seu produto? Quem sabe o que essa pessoa precisa escutar para assinar um contrato ou comprar um produto seu? Pois é, o vendedor é chave! O marketing digital é fantástico, com ele você consegue atrair as pessoas certas para sua empresa, mas ele precisa de uma ajudinha para converter pessoas em clientes e isso nossos vendedores podem ajudar.

Como deve ser nosso site?

Fiz uma palestra em Abril sobre Como planejar seu site, nela comentei que para mim seu site deve ser um vendedor trabalhando 24h por sua empresa. Isso significa que todo conteúdo (menu, textos, vídeos, imagens…) deve ser voltado para seu cliente, afim de ajudá-lo a entender que você é a solução dos problemas dele. Vou explicar com algumas situações:

  • É comum me perguntarem: coloco “Missão, visão e valores” no meu site? Minha resposta sempre é “Depende”. Precisamos pensar se isso é relevante para nosso cliente, essa é uma informação importante para ele fechar negócio?
  • Os textos de serviços e/ou produtos precisam ser comerciais, devemos sempre partir do principio que nosso cliente tem outras opções em nosso mercado – basta buscar por nossa palavra-chave no Google e ver a quantidade de concorrentes. Esse texto deve explicar como enxergamos o serviço oferecido, quais são nossos benefícios e o principal, quais são nossos diferenciais. Você com olhar de leigo precisa ler o texto do seu serviço e querer comprá-lo. Se tiver dúvida por ser suspeito, peça para algum amigo avaliar.
  • Depoimentos – Esses são imprescindíveis em um site de serviço, são provas sociais. Você pode até não ter o melhor texto do Mundo sobre seu serviço, mas se tiver um bom depoimento estará bem servido. Mas o que é um bom depoimento? Simples, é aquele que cita por que a pessoa procurou sua empresa e quão satisfeita ela ficou com sua solução. Um bom exemplo seria: “eu estava acima do peso, precisando emagrecer e ao conhecer a empresa X comecei a correr e emagreci com saúde em 2 meses”. Outras pessoas que querem emagrecer e têm dúvida se conseguem em 2 meses vão ou não se inspirar e confiar nessa empresa com esse depoimento?
  • Casos de sucesso – Acredito que todo site deveria tê-los, pois ajudam seus clientes a perceber que você é capaz de atendê-los. Quantas agências que criam site você conhece? Muitas pessoas quando ligam aqui na Mirago já olharam todo nosso portfólio de sites e confiaram no que entregamos.

Para fechar a parte sobre sites, acredito que precisamos ajudar nossos clientes e ajudar o comercial das empresas. Por isso sempre que posso incluo formulário nas páginas e/ou chamadas para ação. O motivo é simples, pense no seu cliente visitando seu site, ele já viu a descrição do seu serviço ou produto, gostou, viu seus depoimentos, gostou e agora? Por que não oferecer a ele um formulário na lateral do site em que ele só precise inserir alguns dados e um vendedor entra em contato? Simples simples! Nessa etapa é importante checar com o comercial quais informações preliminares são importantes para ele, o que ele gostaria de saber antes de pegar o telefone e discar para o interessado.

Além desse benefício, o formulário nos ajuda a mensurar o sucesso de uma página. Se recebi 100 visitas na página de criação de sites e tive apenas 10 contatos, preciso mudá-la. Agora, se recebi as mesmas 100 visitas e obtive 70 contatos, estou bem, posso focar a melhora de outras páginas. Caso você considere feio usar formulário, pode considerar a ideia de inserir um botão com uma chamada para ação ao final da página. Nesse momento é interessante pensar o que você pode oferecer ao visitante, é possível agendar uma consultoria gratuita ou uma semana de aulas? Se não, ofereça apenas uma reunião mesmo.

E um blog? Devo ter?

Vejo muito empreendedor com pavor a blog, simplesmente porque há muito tempo atrás ele era utilizado apenas por adolescentes que escreviam sobre suas rotinas. Hoje o Mundo mudou, essa ferramenta é poderosissíma e tende a atrair seu cliente em um estágio muito interessante: de pesquisa. Sim, antes de comprar um produto ou contratar um serviço nós pesquisamos na internet, queremos saber o que podemos fazer para resolver um problema ou quem pode nos ajudar.

Hoje com um blog nós podemos nos tornar referência em nosso mercado, oferecendo diversos materiais gratuitos como novidades, dicas, comparativos, tutoriais… Se você precisar de uma ajudinha com o conteúdo pode ler Livro Estratégia de conteúdo para Web, é uma ótima leitura para quem quer atrair visitantes sem eles perceberem que estão sendo atraídos e o melhor, sem pagar por eles. Outra boa dica é uma palestra do Ludy Amano sobre Marketing de Conteúdo Efetivo, disponível no nosso site e no Youtube.

Acredito que ultimamente somos bombardeados com posts fracos em blogs, conteúdos rasos que tem como único objetivo fazer o visitante comprar um serviço ou produto. Acredito que devemos oferecer conteúdo de peito aberto, dar mesmo, oferecer algo verdadeiro e que realmente ajude alguém. Esse texto pode ajudar um concorrente a vender? Com certeza pode, prefiro acreditar que se ajuda um concorrente, vai ajudar muito mais um prospect a se tornar cliente.

E-mail marketing já morreu

Ao contrário do que muita gente pensa, o e-mail marketing ainda é um super aliado das empresas que querem vender serviços ou produtos pela internet. E duas coisas são importantes quando falamos em e-mail: a origem da sua lista de contatos e como você a prepara.

Nunca compre lista de e-mails, não é porque a lista é segmentada que aquelas pessoas têm interesse em receber seu material ou comprar de você. Nós compramos de quem nós temos algum tipo de relação, a chance de comprarmos de um total desconhecido é quase nula, por isso que muitas pessoas veem o fim do e-mail marketing.

Nesse momento alguém que já comprou lista de e-mails vai me perguntar: então como eu consigo criar uma lista? Minha sugestão é sempre oferecer algo em troca de um e-mail. Se você conhece muito sobre um assunto, pense em algo que seu potencial cliente tem interesse em descobrir e que você pode ajudá-lo, pode criar um ebook sobre o assunto ou realizar uma palestra (presencial ou online). Ganhar algo é um bom motivo para dar um e-mail. E o melhor, seu possível cliente te procurará se seu conteúdo for realmente bom. Agora que vocês já têm um relacionamento, pode mandar mensagens para ele!

Por recomendo preparar bem sua lista de e-mails, procure pensar em todas as informações importantes sobre seus contatos como: qual é o gênero, produto de interesse, cidade, estado, como chegou até você, é ou já foi cliente ou não e por aí vai. Quando tiver tudo organizado pode passar a usar sua lista de forma mais estratégica, se meu foco é vender o produto X e tenho 300 pessoas na minha base que já demonstraram interesse nesse produto, é para eles que vou mandar minha primeira mensagem divulgando alguma novidade ou promoção. Se tenho um super case de um determinado segmento e tenho na minha base empresas do mesmo segmento, posso avisá-los que estou pronto para atendê-los e também posso trabalhar um relacionamento com todos enviando sempre que postar um novo texto no meu blog.

Algo que costumo fazer também e ajuda nas ideias é seguir concorrentes, você sabe que tipo de conteúdo seu concorrente envia para seus possíveis clientes? É bom saber!

como-marketing-digital-ajuda-suas-vendas-mailchimpA dica aqui é usar o Mailchimp, estou para ver um software para mandar e-mail marketing tão completo quanto ele, olha algumas das soluções:

  • Modelos prontos de e-mail separados por ocasião;
  • Fácil customização do layout com sistema arrasta e solta;
  • Automação de e-mail marketing;
  • Análise de resultados – quem clicou, quem não clicou, onde clicou;
  • Aplicativo para smartphone e tablet;
  • Teste A/B.
  • Integração com as principais sistemas para criação de site e loja virtual;

Gosto de algo bem simples do Mailchimp, ele dá uma nota para cada membro da nossa lista, isso nos ajuda a mensurar a qualidade do nosso relacionamento. E a automação de e-mails é uma mão na roda, com o tanto de tarefas que temos no dia-a-dia, o Mailchimp consegue te ajudar enviando e-mails automáticos para sua base! Palmas para esse macaquinho divertido!

Onde investir?

Criar um site, ganhar relevância no Google, adquirir audiência e preparar minha lista de e-mails são tarefas grandes e com resultado a médio/longo prazo, o que te dá resultado a curtíssimo prazo é investir em anúncios. E aqui as opções são boas:

  • Google Adwords;
  • Facebook Ads;
  • Instagram Ads;

O lugar certo depende bastante do seu produto, se você trabalha com arquitetura ou moda te indicaria na hora investir em Instagram, já se trabalha com serviço sugeriria o Google, se você conhece muito sobre seu cliente recomendo o Facebook. Mas um modelo é sempre recomendado: o Remarketing.

Sabe aquele site que te persegue depois de você tê-lo visitado? Então, esse é um dos investimentos mais bacanas que uma empresa pode fazer. Afinal a pessoa já passou pelo seu site, já viu seu conteúdo e por algum motivo não comprou de você. O convide para te visitar novamente, chame atenção e ofereça algo novo! Já recebemos alunos aqui na Mirago porque eles visitaram nosso site e passaram a ver nossos anúncios em vários sites, os grandes portais chamaram atenção deles que pensaram: “esse pessoal deve ser bom, têm relacionamento com esse portal”, bingo!

Como medir tudo isso?

Todo planejamento de Marketing Digital precisa de dois grandes aliados: um CRM online e o Google Analytics. Já recebi alguns casos de clientes que recebiam visitas, tinham contatos mas a conta não fechava pois os visitantes não se tornavam clientes. Nesse caso, o primeiro vai te ajudar a ter noção do que acontece com os contatos que chegam até você, seja por site, rede social, e-mail… Neles você consegue organizar suas etapas da jornada de compra de um cliente e visualizar:

  • Quantos contatos estão chegando;
  • As interações da sua equipe com seus prospects;
  • Em quais etapas as pessoas saem;
  • Quais são os motivos de saída;
  • Quanto tempo um contato leva para virar cliente;

O bacana do CRM é ter noção de quanto você tem em propostas abertas, quantas nós fechamos e quantas nós perdemos. Como os vendedores estão engajados, eles vão preencher o CRM direitinho e nós conseguiremos entender o que está nos separando dos prospects e ao analisar os sucessos, conseguiremos entender o que fazer com quem não fechou. Usar um software desse é indispensável quando se pensa em crescer e alcançar melhores resultados no online. Aqui indico o Pipedrive e o Agendor.

Hors concours quando se fala em mensurar resultados, o Google Analytics vai te sinalizar como seu site está performando, quais parceiros te trazem mais visitas, como está seu engajamento em redes sociais, quantas conversões suas ações te trazem, quais são as principais páginas por onde as pessoas te visitam, por quais páginas elas saem e por aí vai… Sem ele não se começa conversa sobre Marketing Digital.

Agora é começar!

Qual mensagem gostaria de deixar com esse post? Ter site, email marketing e página no facebook é muito legal mas é preciso ter uma estratégia para alcançar um bom resultado e é muito importante ter a equipe engajada. Digo isso porque o sucesso do marketing digital não está apenas relacionado ao online, não apenas aos esforços em fazer essa máquina funcionar. Quem atende seu telefone precisa estar alinhado com as expectativas da empresa, quem comparece a reunião precisa estar motivado e comprometido em além de vender, alimentar um CRM para entender onde acertam e onde erram os vendedores, quem cuida do pós venda precisa ter uma fotografia do cliente durante todo o processo, isso o ajuda a quem sabe conseguir uma segunda compra; e por aí vai, pensar no Marketing Digital como um simples conjunto de ações é muito pouco, é importante enxergá-lo como algo vital para a empresa.

Na Mirago nós adoramos falar sobre Marketing Digital, seja nas nossas Palestras Gratuitas, em Cursos, no Youtube ou em Consultoria, estamos sempre abertos a conversar sobre o assunto. Fique a vontade para nos chamar quando iniciar suas ações online.