Quer saber quais os erros em mídias sociais que as marcas mais cometem nas mídias sociais? Separamos alguns deles que consideramos os principais, confira!

1. Não ter clareza dos objetivos

Uma das primeiras perguntas que você deve fazer: Por que você está nas mídias sociais?

  • Qual seu objetivo primário e secundário ali?
  • O que sua marca pretende como estratégia?
  • Por que está nos canais em que está? 

Sem ter clareza do que você está fazendo, são grandes as chances de produzir conteúdo apenas para “estar lá” ou “porque meu concorrente também está.” E isso mostra que você está em um navio sem direção.

Alguns dos potenciais objetivos podem ser:

  • Aumentar os níveis de reconhecimento de marca
  • Gerar mais Leads
  • Gerar desejo pela marca (intangível)
  • Aumentar as vendas
  • Lançar novos produtos ou serviços

2. Estar em todas as mídias sociais (sem conseguir alimentar todas)

Ter vários canais (e não conseguir “alimentar” todos eles) é outro erro em mídias sociais. A estratégia pode ser interessante, se você tem braço suficiente para alimentá-los – e sabendo o porquê está em cada um deles. Caso contrário pode ser um tiro no pé. 

Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Pinterest, TikTok, Youtube, WhatsApp, Messenger…e a lista pode ir além. Não é fácil alimentar várias delas ao mesmo tempo.

O que muitas vezes acontece é a empresa começar muitos canais mas após algum tempo parar de “alimentá-los”. Aí você passa a ter alguns “cemitérios” abandonados de conteúdo. E isso não é bom para sua marca.

O melhor é focar em poucos canais e ter boa presença neles. 

3. Foco na quantidade em vez da qualidade

Nem sempre postar mais significa uma melhor estratégia. Pode ser que sim, pode ser que não.

Nós sempre indicamos a postar diariamente, se possível. Entendemos que a execução e prática vão trazer melhoria de performance ao longo do tempo. Você vai aprendendo o que fazer. O que dá e o que não dá certo.

No entanto, isso não significa postar qualquer coisa, de qualquer jeito. é preciso planejamento. E o mais importante: nunca se esqueça de aprender com o que está fazendo. Depois de postar, olhe para os números e faça análises do que está funcionando (ou não) e faça correções de rota no meio do caminho.

É preciso mesclar quantidade e qualidade, mas, se tiver que escolher, escolha a qualidade.

4. Falta de consistência

É quase o oposto da anterior. A falta de consistência é outro erro em mídias sociais que “mata seu jogo” no médio e longo prazo. 

A produção de conteúdo é como se fosse uma maratona, não uma corrida de 100 metros. Isso vale para tudo.

Afinal, é fácil produzir um ou dois bons conteúdos de vez em quando. O desafio é produzir com qualidade a maior parte do tempo. Isso exige esforço, disciplina, planejamento e criatividade.

E, mesmo assim, muitos conteúdos não terão bons resultados, acostume-se a isso. Lembre-se sempre: um bom planejamento e um calendário editorial podem ajudar a lidar com a inconsistência.

5. Publicar o mesmo conteúdo em várias plataformas

O Instagram é muito diferente do Linkedin que por sua vez é muito diferente do TikTok. Nem sempre um mesmo conteúdo faz sentido para mais de uma mídia social. É preciso adequar a linguagem, conteúdo e formato para cada rede. 

Muitas marcas produzem uma peça única e distribuem em várias mídias sociais, ao mesmo tempo. Alguns conteúdos farão sentido em várias mídias sociais, apenas terão que ser adaptados, mas outros não. Será preciso criar, portanto, peças diferentes para redes diferentes. Com isso, seus resultados em termos de alcance e engajamento tendem a ser melhores.

6. Não enviar vídeos para plataformas de mídia social

Esse é um ponto polêmico, já que não ter vídeos nas mídias sociais não é bem um erro em mídias sociais. No entanto, quisemos pontuar isso aqui devido à sua relevância dentro de uma estratégia.

Os vídeos são fundamentais para humanizar a marca, gerar mais autoridade e engajamento com sua marca. Portanto, fazer uso desse tipo de formato faz você ganhar relevância.

Além disso, uma coisa super importante, mas muito menos falada é: com vídeos é possível criar públicos personalizados específicos de acordo com as visualizações de cada vídeo. 

Por exemplo: No Facebook e Instagram, ao publicar um vídeo, é possível criar um público personalizado que assistiu a 50, 75, 90, 95 ou 100% daquele determinado vídeo. E isso é incrível! Dessa forma você consegue criar públicos mais “quentes” com base em comportamento de visualização de vídeos.

7. Não distribuir conteúdo

Se o conteúdo é rei, a distribuição é a rainha. 

Invista em distribuição de conteúdo em canais pagos para que seu conteúdo seja visto por mais pessoas. Falamos muito sobre este assunto no vídeo abaixo com todos os detalhes.

A distribuição é essencial pois numa estratégia de marketing de conteúdo você já investe um bom dinheiro em produção de conteúdo (seja por contratação de equipe própria, agência, freelancers, empresas de conteúdo) e, portanto, consideramos um erro em mídia sociais não separar parte de seu orçamento para amplificar sua mensagem.

No marketing digital é essencial que você atinja novas pessoas para que comecem a se relacionar com sua marca (além, é claro, das pessoas que já conhecem seu negócio).

Conclusão – sobre erros em mídias sociais

Estes são alguns erros em mídias sociais bem comuns que encontramos em empresas de variados setores e decidimos resumir aqui. E você? Concorda com eles? Não? Tem algum outro erro clássico que não inserimos aqui? Deixe pra gente nos comentários!