Facebook vai terceirizar fator de verificação para combater notícias falsas

Publicado em 15/12/2016 às 14:22

Depois de enfrentar meses de críticas, o Facebook anunciou um plano para combater um pequeno subconjunto de informações enganosas. Adam Mosseri, VP do Facebook de Feed de notícias, anunciou na quinta-feira que a empresa iria lançar alguns novos recursos para eliminar o que ele chama de “o pior do pior”.

Os problemas para o Facebook começaram no início deste ano, quando a empresa demitiu seu pessoal de notícias editorial, substituindo dezenas de seres humanos por algoritmos. Imediatamente, as notícias falsas começaram a inundar o módulo de notícias. Mas o problema vai além de notícias de tendências. O Facebook já admitiu que scammers têm comprado anúncios no Facebook projetados para se parecer com links de notícias reais (a empresa já não permite essa prática). E Mosseri diz que golpistas também usaram o URL redirecionado para fazer parecer que as notícias falsas vieram de sites de notícias legítimas.

Um novo conjunto de ferramentas agora permitirá fato-verificadores independentes para investigar histórias que os usuários do Facebook ou algoritmos sinalizaram como potencialmente falso. Histórias serão principalmente sinalizadas com base no feedback do usuário. Mas Mosseri também observou que a empresa vai investigar histórias que se tornam virais de maneiras suspeitas, como usar um URL enganoso.

Mosseri indicou que os novos esforços da empresa só iriam direcionar scammers, não sites que empurram conspirações. Em outras palavras, se um editor realmente acreditar que as notícias falsas são verdade, o fato não será verificado.

Uma vez que uma história for sinalizada, ela vai entrar em uma fila especial que só pode ser acessada por signatários de um Código de Rede Internacional de Princípios, um projeto da organização sem fins lucrativos de jornalismo Poynter. o Código IFCN de princípios signatários dos EUA vai rever as histórias marcadas com precisão. Se o signatário decidir que a história é uma notícia falsa, um aviso “disputada” aparece na história no Feed de notícias. O aviso também irá aparecer quando o usuário compartilhar a história.