O Expo Fórum Digitalks 2019 aconteceu nos dias 28 e 29 de agosto e trouxe muita discussão e informação sobre negócios e marketing digital. Quem foi pode ficar sabendo de tudo que está acontecendo de mais importante na área.

Se você não pode ir, não se preocupe. Preparamos esse artigo com os assunto mais levantados no Digitalks 2019! Vamos te contar não só do que se tratam as tendências, mas também do que foi discutido sobre cada assunto! Vem conferir com a gente!

1. Data Analytics

A análise de dados foi um assunto praticamente onipresente dentro do Digitalks 2019. Um consenso entre palestrantes e visitantes era sobre como o Data Analytics se torna cada vez mais relevante na hora de tomar decisões.

Hoje em dia, existem ferramentas que tornam cada vez mais fácil enxergar os processos. Temos dados com resultados de anúncios e ações, facilitando a correção do que deu errado. Realizar testes não é mais um tiro no escuro.

O assunto mais relacionado ao Data Analytics foi CRM. Entender a jornada do cliente passa por obter dados sobre o seu comportamento, e os CRMs têm sido essenciais para capturar informações e números sobre a jornada de compra.

Não ficou de fora da discussão a importância da Segurança de Dados. Em um painel de discussão com membros da ABRADI e o advogado Vítor Andrade, discutiu-se não só o direito à privacidade do usuário, mas também a necessidade de proteger os dados captados. 

2. Unbound Marketing

Esse tópico foi defendido pelo próprio criador do conceito, Rafael Kiso, fundador do Mlabs. Na sua palestra, Kiso apresentou o conceito de Unbound. Essa é uma proposta para desamarrar as limitações do Inbound e incluir na metodologia o melhor do Outbound

A ideia parte do conceito de que o público passa mais tempo nas Mídias Sociais do que em qualquer outra parte da internet. Ao impactar o público das redes com Ads, você melhora o seu desempenho nas pesquisas feitas por eles posteriormente.

Rafael Kiso falou sobre porque criar um reconhecimento de marca antes do Zero Moment of Truth (o momento em que a pesquisa orgânica gera o começo do processo de Inbound). Com o reconhecimento da marca e do produto ao se pesquisar, o Click Trought Rate sobe e gera melhores resultados. 

3. Marketing de Influência

O impacto dos influenciadores nas estratégias de marketing também foi muito discutido no Digitalks 2019. 

A pesquisa realizada anualmente pela Opinion Box e revelada no evento mostrou que 17% dos profissionais da área apostam nessa estratégia em 2020. Foi a estratégia mais citada como aposta, seguida do Video Marketing. 

Tem se discutido muito sobre como o marketing de influenciadores é uma forma mais rápida de adquirir novos clientes do que o orgânico. Isso acontece porque o público cativo do influenciador costuma ser muito engajado.

Uma questão muito discutida é sobre a necessidade de ter um objetivo claro com o uso dos influenciadores. O grande investimento necessário exige que tudo seja planejado e que o influenciador tenha um público muito próximo, senão idêntico, ao procurado pela marca.

4. Mídia Programática

Outra tendência do Digitalks 2019 foi a força que a mídia programática tem ganhado. 

A mídia programática é uma forma facilitada de comprar espaços publicitários na internet. Todas as compras acontecem através de softwares e é possível segmentar o público por interesses e demografias. 

O AdSpend 2019, pesquisa sobre os gastos com anúncios digitais no Brasil, revela que 16% do investimento na área em 2018 foi feito em Mídia Programática. Isso simboliza mais de 2,5 bilhões de reais. 

Muito foi discutido sobre a necessidade de alinhamento de expectativas entre anunciantes e as agências que operam a mídia programática. É preciso fazer com que as marcas entendam melhor o que a ferramenta é capaz. 

Ainda que tenha crescido, a mídia programática segue sendo um investimento voltado mais para grandes anunciantes. 

5. Experiência do Usuário

Se a análise de dados foi um assunto onipresente, a experiência de usuários não ficou atrás. No Digitalks, se falou sobre a importância de como o usuário interage com design, redação e resultados orgânicos.

Daniel Galvão, professor da Mirago e CWO da agência CRP Mango, subiu ao palco para apresentar um case na área acompanhado de Natália Alves, da L’Oréal. Os dois apresentaram como uma melhora de carregamento e um foco em SEO cauda longa ajudaram a empresa a direcionar potenciais clientes para e-commerces parceiros, sem ter que estabelecer uma operação própria de vendas.

A experiência do usuário também saiu apenas de sites próprios e aplicativos. Agora o entendimento sobre como melhorar a interação do cliente com as Mídias Sociais e com os produtos em si tem se tornado cada vez mais um tópico de discussão.

A importância da experiência também foi discutida para e-commerce. A relação do cliente com caixas de entrega que gerem um compartilhamento social foi discutida na palestra do espanhol Carlos Dufour, representando a Akeneo e a ASM Web Services.