Em 2002 o Brasil ganhava sua última Copa do Mundo e eu tinha um sonho: ter um site premiado no antigo Prêmio Ibest de Internet. O engraçado é que eu nunca tinha desenvolvido um site e sequer tinha algum projeto em mente ou possível cliente para criar o site perfeito. E o pior, não entendia nada de programação mas tinha certeza que aprenderia a desenvolver com o famoso Dreamweaver através de tutoriais da internet.

Passados 2 anos caminhei no sentido contrário ao meu sonho e decidi me matricular em Psicologia no Mackenzie. 5 anos depois, não tive nenhuma aula de programação e estudei pessoas e o comportamento humano. Em paralelo conheci ferramentas voltadas para desenvolvimento de site como Joomla! e WordPress.

Me apaixonei por ambas e mudei de ramo, continuei na análises de pessoas mas agora com foco no mundo da estratégia e do marketing digital. Quando conto qual é minha formação, muitos perguntam:

Como você sendo psicólogo consegue criar sites?

Simples, costumo dizer que o WordPress é uma ferramenta pré-pronta para desenvolvimento de sites. Comecei minha vida digital com ele, sem precisar saber qual é o código para incluir uma foto numa página ou como programar um formulário para receber informações e enviar para um e-mail.

Vale explicar que o WordPress é um CMS (Gerenciador de conteúdo), software livre que tem 70% do mercado online – ou 60 milhões de sites. Popularmente explico que gerenciador de conteúdo é o mesmo que seu computador, nele você pode armazenar fotos, textos, músicas… Quando você o adquire ele acompanha alguns programas primordiais para qualquer usuário, caso precise criar uma apresentação pode instalar e utilizar o famoso Power Point.

Com esse histórico, fico bem a vontade para indicar o WordPress para leigos. Eis os motivos:

Simplicidade

Já desenvolvi diversos sites em WordPress e em todos os casos treinei meu cliente para gerenciar o próprio site. 100% dos treinados consideraram o sistema muito intuitivo. Existem pouquíssimos itens de navegação na administração, é difícil se perder nele.

O manuseio de Post, Página e Categoria é igual. Você tem os itens já criados e no topo da página um botão para adicionar um novo item. E o que os programadores fazem para contribuir com a simplicidade do sistema? Mantem essa lógica nos plugins desenvolvidos. Ou seja, você pode instalar uma nova extensão no seu site e por saber usar o WordPress, consegue se virar com qualquer nova funcionalidade do site.

Gratuito

Comentei ali em cima que o WordPress é um software livre, o que significa isso? Exatamente o que imaginou, ele é gratuito. Você pode a qualquer momento acessar o site do WordPress e baixar a versão mais atual do sistema. Existe um link para fazer download do WP (para os íntimos) em inglês (aqui) e outro para download da versão dele já em português (aqui).

Isso o torna interessantíssimo para quem vai iniciar a vida como desenvolvedor de site, já que não é necessário investimento prévio. E o melhor, o código do WordPress é aberto a público. Então qualquer desenvolvedor pode melhorar o CMS, encontrar alguma vulnerabilidade e otimizá-lo.

Diversidade de extensões

Uma extensão é uma funcionalidade. Dei o exemplo da criação de uma apresentação com Power Point no caso do computador, agora imagine que você quer fotos passando na página inicial do seu site ou ainda que você precise de um formulário na sua página de contato. Essas são funções que não acompanham a instalação inicial do WordPress, mas você pode instalar e passar a utilizar uma nova funcionalidade a qualquer momento.

Hoje são 40,999 extensões disponíveis para download. Sempre me perguntam que me perguntam se é possível desenvolver algo com WP, respondo que sim. Com essa diversidade, alguém já criou o que você precisa.

Modelos de site

Assim como o Power Point, o WordPress tem vários modelos de sites já prontos e disponíveis, são os chamados Temas. Com certeza, isso foi o que mais me aproximou do sistema. Tenho experiencia com sites, sei o que eles precisam mas nunca estudei design, como posso entregar sites bonitos? Com temas prontos, desenhados por designers do mundo inteiro.

Para simplificar: imagine que a identidade visual da sua empresa é mais puxada para o Vermelho (como a Mirago), seu trabalho com WordPress será criar seu conteúdo, instalar suas extensões e buscar algum tema que tenha vermelho. Simples, assim!

Bem-vindo em Computador, celular e tablet

Sites que se adaptam bem a todos os dispositivos (computadores, celulares e tablets) são chamados de Responsivos. Em 2015 ficou ainda mais importante ter um site assim pois o Google passou a não ranquear mais sites em que você precisa de zoom para ler o conteúdo, ou ainda que não seja possível acessar por celular.

A administração do WordPress é responsiva e a maioria dos temas prontos já são adaptados para smartphones. Vamos novamente imaginar uma situação, nosso site quando visitado pelo computador tem três colunas de conteúdo, quando acessado pela tela menor de um celular, o mesmo conteúdo é exibido em apenas uma coluna. Todo conteúdo se adapta para proporcionar a melhor visualização possível.

Vale comentar que o site da Mirago é desenvolvido em WordPress e esse post foi escrito em um tablet.

Otimização

O sonho de 8 em cada 10 empresas é ser bem ranqueado pelo Google. Se você também está na turma que sonha com um bom posicionamento, o WordPress é o sistema que você precisa para o seu site. Vamos aos motivos:

  • Diversas extensões para cumprir as expectativas do Google;
  • A maioria dos temas já são programados seguindo as diretrizes do buscador;
  • Conteúdo é rei na internet e aqui você inclui um texto a qualquer momento, sem depender de terceiros.

Comunidade

Comentei mais em cima que o código do WordPress é livre e que diversos programadores podem melhorá-lo a qualquer momento. Além de sugerir novas funções e melhorias, os utilizadores do WP são unidos, se ajudam mutuamente e se encontram com frequência para discutir sobre o sistema.

Isso significa dizer que você nunca estará só caso comece a utilizar o WordPress, sempre que encontro um bug (sim, eles existem) copio o erro apresentado e busco no Google pela solução. Nunca fiquei na mão, sempre consigo encontrar rapidinho como resolver com o post de alguém que já teve a mesma dificuldade e já resolveu com a ajuda de outro desenvolvedor.

Todo ano acontece em diversos países o Wordcamp, evento para reunir os adeptos geralmente por um final de semana. Em 2015 o evento brasileiro aconteceu em São Paulo e em 2016 é provável que aconteça no Rio de Janeiro.

E aí?

Esses são alguns dos motivos que me tornam apaixonado pelo WordPress. Costumo defende-lo por acreditar que ele promove a democratização e a liberdade da internet. O que você achou?

A internet está lotada de bons tutoriais e a Mirago oferece um Curso Presencial de WordPress a cada dois meses e em breve disponibilizará um Curso Online, se você quiser começar a utilizar o WP eu ficarei tão feliz quanto se tivesse ganho o Prêmio Ibest de Internet.