Em 31/01/2017 às 14:14

Vídeo Marketing: Canal no YouTube ou Página do Facebook?

De olho na fatia de mercado que o YouTube abocanhava praticamente sozinho, como plataforma de publicação de vídeos, o Facebook investiu seus esforços para acirrar a disputa por este público, possibilitando que os usuários pudessem publicar vídeos e fazer transmissões ao vivo.

Com mais esta opção, profissionais de vídeo marketing se dividem quanto suas preferências, optando entre um canal no YouTube ou por uma página de Facebook, ou em alguns casos, investindo nas duas plataformas. E você, qual sua preferência neste sentido?

Os especialistas divergem no que tange suas preferencias e opiniões. Sendo assim, é importante analisarmos ambas as plataformas para embasarmos melhor nossa escolha.

YouTube lidera, mas Facebook avança

Essencialmente uma plataforma de vídeos, marcar presença no YouTube por meio de um canal é essencial em toda estratégia de vídeo marketing. No entanto, o Facebook tem se aperfeiçoado neste sentido e hoje, se não supera o YouTube, está chegando cada vez mais perto.

Tanto é verdade que em determinados casos, como aqueles em que um produto ou marca é muito ativo na rede social de Mark Zuckerberg, o Facebook deixa de lado o papel de plataforma secundária para assumir o posto de número 1.

Resultado de imagem para youtube vs facebook video 2016

Canal no YouTube ou Página do Facebook? Diferenças

Em um rápido comparativo, encontramos diferenças entre YouTube e Facebook. Há uma falsa crença de que o Facebook alcança mais visualizações, no entanto, isso se deve muito devido a função “autoplay” do Facebook. Além disso, ao contrário do YouTube, que só considera a visualização após 30 segundos, no Facebook ela é contada aos 3 segundos.

Imagem relacionada

Canal no YouTube ou Página do Facebook? Qualidade e Exposição

Alguns fatores podem ser determinantes para pontuar a escolha de uma plataforma de vídeo marketing. Dentre eles, a qualidade do vídeo e a exposição estão entre os mais significativos.

O Facebook permite vídeos em HD de até 1,75Gb, com o tempo de no máximo 45 minutos, enquanto o YouTube limita em 128Gb com o tempo de até 11 horas. Isto significa que o YouTube possibilita ao usuário subir um arquivo de 4k, superior ao Full HD.

Sendo assim, devido a variação de possibilidades de qualidade, o YouTube parece ser uma opção mais interessante, muito embora o Facebook esteja em vias de aperfeiçoar-se neste quesito, portanto, é bom ficarmos de olho.

Quanto a exposição e a capacidade de viralizar conteúdos, no caso, vídeos, parece nítido que neste campo, o Facebook domina. Por priorizar sempre vídeos nativos, a chance de viralizar o conteúdo postando diretamente na plataforma do Facebook é elevada.

Empresas que possuem foco no marketing digital pautado no Facebook tem muito a ganhar neste sentido.

Outro ponto favorável ao Facebook diz respeito aos anúncios, com um formato mais amigável, no Facebook é possível impulsionar a publicação, o que pode resultar em maior exposição e consequentemente, alavancar resultados obtidos pelo vídeo.

Após toda essa análise, podemos concluir que a escolha da melhor plataforma de vídeo marketing irá variar de acordo com a estratégia de marketing de cada empresa, orçamento e necessidade de cada negócio no contexto atual de mercado.

Resultado de imagem para anúncios youtube

De fato, investir nas duas plataformas pode ser uma excelente alternativa, mas com um bom planejamento, tanto um como a outra poderão obter resultados expressivos e satisfatórios.

E você, está pensando em investir em alguma destas plataformas? Já atua em alguma delas? Qual sua opinião a respeito?