Está precisando de novas ideias? Então se liga nestas 10 dicas de conteúdo que trouxemos pra você neste post!

Produzir conteúdo se tornou uma das maiores forças do Marketing nos últimos anos. Depois de décadas de um modelo de interrupção na publicidade, muitos negócios e marcas entenderam que precisavam adaptar suas estratégias de marketing digital para atrair a atenção de seu público e vender mais.

Não estou dizendo que a publicidade deixou de ser importante (ela ainda importa e muito!) mas o marketing de conteúdo ganhou muita força na última década, junto ao crescimento da internet, velocidade de conexão e o mobile.

Antes um alerta importante. Não comece sem isto

O que traremos aqui neste post são ideias e dicas de conteúdo mas que somente serão melhor aproveitados se você fizer sua lição de casa: conhecer seu cliente (sua persona) verdadeiramente.

Conhecer de verdade seu público é o que fará a diferença para levar conteúdo de valor para sua audiência. Sem isso, não importa quais tipos de conteúdo você crie, sempre vai faltar algo.

Dito isto, trouxemos aqui 10 dicas de conteúdo pra você se inspirar e usar no seu negócio:

1. “Você comete este erro?”

Esta primeira dica de conteúdo traz, em formato de questionamento ou afirmação, que seu prospect ou cliente pode estar cometendo um erro. Este tipo de conteúdo tende a funcionar muito bem pois desperta a curiosidade da pessoa do outro lado.

Obviamente ninguém gostar de estar enganado(a) ou errado(a) sobre qualquer assunto. Sempre achamos que fazemos as coisas certas, não é verdade? Neste sentido, chamar a atenção para um possível erro de sua audiência pode fazer com que sua mensagem seja notada.

Exs:

  • Você comete este erro em SEO?
  • Você está cometendo este erro ao postar no Instagram?
  • Você está errando em suas campanhas no Facebook Ads. Saiba onde.

2. Listas

As listas são outra dica de conteúdo valiosa e que engajam muito bem com qualquer tipo de público? Inclusive este post que você está lendo é uma lista ;)

As listas funcionam muito bem pois são muito fáceis de serem “consumidas”. É um conteúdo atrativo e simples de ser lido, visto ou escutado.

Procure fazer testes com sua audiência em posts para mídias sociais, blogs, youtube e veja como funcionam as listas no seu mercado. Tenho certeza que você terá bons números de alcance e engajamento ao fazer uso desta estratégia!

3. Mitos

Outra dica de conteúdo que você pode utilizar em seu mercado são os famosos “mitos”. E, acredite, você pode encontrar mitos em praticamente qualquer segmento. Sabe por que? Isso acontece pois muitos do “mitos” são, na verdade, objeções de seus próprios prospects e clientes.

Dessa forma, procure mapear quais são as principais objeções que você lida em seu dia a dia com seu público e entenda se aquela objeção não pode ser tratada como um “mito” do seu mercado.

Por exemplo: no Marketing Digital existe um “mito” de que anunciar na internet “é caro”. Isso é uma objeção (nem tão forte hoje como já foi há alguns anos). E esta objeção pode ser tratada como um mito a partir do ponto em que você desconstrói aquele objeção com argumentos que demonstrem que o “caro” é relativo pois você precisa analisar o resultado que aquilo te traz e assim por diante.

4. Perguntas e Respostas

Este é uma dica de conteúdo simples, mas muito valiosa. Usamos muito ela aqui na Mirago, principalmente para produção de conteúdo em mídias sociais (Facebook, Youtube, Instagram, Linkedin).

Por que esta estratégia de conteúdo funciona tão bem? Pois você estará criando conteúdo a partir das necessidades reais de seu público. E não há nada melhor que isso para gerar alcance, engajamento e, em última análise, vendas.

O Instagram tem a ferramenta “caixa de perguntas” nos Stories em que você pode estimular sua audiência a tirar dúvidas sobre o que você faz. Isso vale ouro! É dali que sairão ideias e insights para você criar conteúdo de valor e melhorar seu produto ou serviço.

Além das mídias sociais, seu time comercial, de atendimento ao cliente e de suporte são umas de suas maiores forças pois eles conversam com os clientes diretamente. Tenha o papel ativo de estar sempre conectado(a) com estes grupos para obter novos insights e dicas de conteúdo.

5. Tendências

Outra dica de conteúdo é falar sobre as tendências de seu mercado. Isso sempre chama muito a atenção. E por que? Pois todos nós gostaríamos de entender como serão os próximos meses e anos e quais cenários vão se desenhar ali na frente.

É curioso, pois, apesar de não termos nenhum controle sobre o futuro, gostamos muito de olhar com atenção quando alguém nos fala de tendências.

Este tipo de conteúdo costuma funcionar ainda melhor em alguns períodos específicos: por exemplo, no Marketing Digital as tendências costumam ser mais divulgadas no final de um ano ou, no máximo, início de ano. No mercado de moda, existem as estações outono/inverno primavera/verão e assim por diante. Descubra o que faz sentido para o seu negócio!

6. Polêmicas

Uma outra dica de conteúdo são as famosas polêmicas ou conteúdos sensacionalistas. Na verdade não são bem polêmicas, mas são títulos altamente chamativos que muitas vezes apelam.

Aqui na Mirago não somos particularmente fãs deste tipo de conteúdo, mas ele funciona, por isso inserimos nesta lista. Alguns exemplos de títulos polêmicos:

  • A Morte do SEO
  • O que a empresa X não quer que você saiba
  • O que ele(a) fez para faturar X milhões em Y dias

É inegável que títulos (textos, vídeos) polêmicos despertam nossa curiosidade e nos fazem olhar com mais atenção sobre determinado tópico. Mas cuidado: é preciso saber usar este tipo de comunicação sob pena de “dar um tiro no pé” e ter o efeito oposto do desejado. Se você ainda não tem muita experiência na produção de conteúdo, evite este tipo no início.

7. Depoimentos

Sim, deixe seus clientes falarem de você! Pode parece simples e básico como dica de conteúdo mas muitos negócios ainda não aproveitam o poder disso em sua comunicação.

Se você possui um produto ou serviço em que seus clientes naturalmente já gostam é muito provável que alguns deles já indiquem para amigos e familiares sobre sua experiência. E que tal aproveitar isso? Ou seja, ofereça algum benefício em troca de um depoimento e distribua este conteúdo para sua audiência.

Sempre que possível, solicite depoimentos em vídeo pois eles transmitem mais credibilidade e confiança para quem assiste. Esta simples estratégia pode te ajudar demais ao impactar diretamente aqueles prospects que estão em fase de consideração e decisão de compra.

8. Estudos de Caso

Muito em linha com a dica de conteúdo acima, os estudos de caso são muito comuns em empresas B2B. Ou seja se o seu negócio ajuda outros negócios com uma solução (um software ou um serviço, por exemplo), construa um conteúdo mostrando como sua solução beneficiou a empresa X e quais resultados ela obteve após a implementação desta solução/serviço.

Isso ajuda outras empresas que estão avaliando sua solução a acelerarem seu processo de decisão, uma vez que seu negócio está demonstrando capacidade em solucionar um problema em comum.

9. GIFs / Memes

Sim! Quem disse que eles não estariam presentes como dica de conteúdo? Os Gifs / Memes são praticamente uma linguagem universal que todos nós utilizamos ao nos comunicarmos na internet.

Você pode utilizar este material em sua comunicação, principalmente se você lida com o público B2C. Não que o público B2B não possa ser utilizado, mas é mais difícil. Esta estratégia de conteúdo ajuda a trazer leveza e descontração a assuntos sérios e relevantes, além de humanizar mais a marca. Ou seja, você pode utilizar gifs e memes e passar uma mensagem importante ao mesmo tempo.

Mas aqui também é preciso ter cuidado: Entenda se sua marca se adequaria à esse tipo de discurso e se o seu público entenderia bem este tipo de comunicação.

10. Entrevistas

A última dica de conteúdo é o formato de entrevistas. Este é um formato muito interessante uma vez que você (e sua marca) passam a se relacionar com outras pessoas (e empresas) de seu mercado.

Os assuntos podem ser muito variados e você pode contar com especialistas em suas áreas para compartilhar conteúdos relevantes com sua audiência. As entrevistas podem ser em variados formatos: aúdio, vídeo ou até mesmo textos, embora as duas primeiras opções sejam as mais relevantes.

Além do benefício principal que é gerar conteúdo de qualidade para sua audiência, com os convites para entrevistas você passa a se relacionar com figuras relevantes do seu mercado (e é uma porta de entrada para iniciar e estreitar relacionamentos e construir networking).

Concluindo

Estas são algumas dicas de conteúdo que poderão te ajudar a entregar maior valor, informar ou mesmo divertir e entreter sua audiência.

Nunca perca de vista que constantemente você precisa conversar e entender como seu público pensa e age. Só assim construirá conteúdos capazes de trazer cada vez mais valor, independente do formato escolhido.

Sentiu falta de algum outro tipo de conteúdo que não está listado aqui? Deixe nos comentários e vamos continuar esta conversa ;)