Você quer criar conteúdo para as mídias sociais, seja as da sua marca ou dos seus clientes, mas não sabe por onde começar? Essa é uma dúvida muito comum entre as pessoas que estão iniciando agora e que não conhecem as diversas possibilidades existentes nas plataformas. 

Mas, não se preocupe! Nós iremos te mostrar qual o melhor caminho a ser seguido, com dicas e boas práticas que, se colocadas em ação, poderão trazer muitos resultados para o seu negócio ou para os negócios de seus clientes. 

Vamos aprender a forma de se pensar o conteúdo para Mídias Sociais desde o pensamento da pauta até a entrega.

fluxo de produção de conteúdo para mídias sociais

Antes de mais nada, é interessante ter em mente que 77% das pequenas empresas no Brasil possuem presença nas redes sociais (esse número vai para 80% no caso das grandes empresas). Além disso, 70% das marcas realizaram compras via comércio eletrônico e 57%, para fazer vendas. Esses dados são de uma pesquisa feita pelo Centro Regional de Estudos para a Sociedade da Informação, o Cetic.br

Confira o guia de como criar conteúdo para mídias sociais e tenha sucesso nas suas campanhas!

Reproduzir vídeo
4.6
4.6/5

(8 avaliações)

No Curso de Mídias Sociais Online da Mirago você vai entender como analisar, planejar, executar e monitorar estratégias de Social Media. Inscreva-se agora!

10 dicas de como criar conteúdo para mídias sociais

Primeiro, é importante destacar que apenas o fato de você estar dando o pontapé inicial e ingressando em um novo desafio já é uma vitória. Isso porque mudar e investir em novas experiências de comunicação e relacionamento com prospects e clientes é um desafio e tanto.

Mas a tecnologia e o desenvolvimento de um mundo muito mais digital nos “obrigou” a se transformar e a inovar, principalmente quando estamos em micro e pequenas empresas que precisam se diferenciar das demais para ter o seu espaço no mercado. As mídias sociais são uma dessas maneiras que acabamos de citar. 

Confira a seguir algumas dicas de como criar conteúdos para redes sociais: 

1.  Entenda o seu público

Entender o seu público é o primeiro passo antes de criar qualquer conteúdo para mídias sociais. De nada adianta fazer publicações que não “dialoguem” com o perfil dos seus consumidores ou que não gere interesse nos clientes que você deseja atingir. 

Para isso, é essencial que você busque informações profundas sobre essas pessoas. Principalmente, aqueles dados que podem estar escondidos e que os seus principais concorrentes não exploram. 

Além da idade, localização, gênero e classe social, existem alguns aspectos que podem ajudar na personalização da sua campanha, como estilo de vida, hábitos de compras, canais de comunicação que mais utilizam e os seus principais interesses em produtos e serviços. Trata-se, portanto, de explorar perfis:

  • demográficos
  • psicográficos
  • comportamentais
  • geográficos

Com essas informações fica mais fácil a criação de uma (ou mais) persona(s) e, posteriormente, a criação dos conteúdos, de modo que a maioria das pessoas que irão ser impactadas pela sua marca nas redes sociais estarão presentes nesse “segmento” que você criou, aumentando as chances de relacionamento, engajamento e conversão. 

Para conseguir entender o seu público, é fundamental que você realize pesquisas diretas (por e-mail, telefone, presencial), pesquisas por meio de Web Analytics, pesquisas nas mídias sociais (por meio de enquetes, caixinha de perguntas ou, simplesmente, através de um formulário disponibilizado no perfil). 

2. Crie as pautas

A segunda etapa a ser colocada em prática é pensar em pautas dos conteúdos para mídias sociais. 

Além de ser de extrema importância planejar todos os passos antes de fazer as publicações, ter as pautas mapeadas serve como uma forma de organização, evitando falhas ou a repetição de conteúdos. 

A criação de pautas torna o dia a dia mais ágil, de modo que, com os conteúdos previamente pensados, o próximo passo é criar as artes, as legendas e publicá-los. Sem esse planejamento, é possível que você perca mais tempo elaborando as pautas e não coloque tantos esforços na criação do conteúdo de fato. 

Por isso, tome bastante cuidado, não basta pensar em algo aleatório ou só postar porque algo está em alta. O seu conteúdo precisa estar alinhado com a personalidade, posicionamento e perfil da sua marca, tanto quanto do seu público. 

3. Tenha um calendário de publicações

Da mesma forma que é fundamental pensar nas pautas dos conteúdos, ter um calendário de publicações também poderá ser extremamente útil para a rotina corrida do seu dia a dia. 

Por isso, se você ainda não tem ideia de datas, horários e quais são os conteúdos que irão ser publicados nos determinados dias, nós recomendamos que você providencie o mais rápido possível. 

Primeiro, é necessário entender os dias e horários que tenha melhor alcance, engajamento e visualizações — vale testar em diferentes situações para entender qual é o ideal em determinado período —, mapear essas informações e criar um calendário, mesmo que seja em uma folha de papel, mas é importante que ele seja seguido à risca. 

Além de tornar a sua rotina mais fácil, o calendário de publicação é importante para evitar que ocorram erros nas publicações e, principalmente, o esquecimento das postagens. 

4. Tenha uma estratégia de postagem

O conteúdo para mídias sociais precisa estar de acordo com a plataforma onde ele será publicado. Portanto, se você pretende postar algo no Instagram, precisa fazer algo mais visual. Já o YouTube prioriza vídeos de uma certa forma enquanto no TikTok possui outros estilos e formatos, e assim por diante.

Saber onde cada conteúdo vai ser postado ajuda nos processos de produção. Isso porque é necessário ser cuidadosamente feito para chamar a atenção de cada público e estar no formato ideal para aquela rede social.

Sendo assim, para produzir conteúdos de qualidade, é preciso envolver todos os profissionais responsáveis por ele. Se você tem um designer e um redator, eles precisam estar em concordância sobre o que vai ser feito para ter uma boa execução.

É comum que a equipe responsável pela produção de conteúdo não dialogue muito sobre cada postagem, sendo um grande erro, podendo impactar diretamente nos resultados pretendidos e acabar divulgando peças que estejam totalmente desalinhadas com a personalidade da marca. 

5. Interaja com os seus seguidores

Nem só de planejamento e estratégias é que se vive um criador de conteúdo, certo? Mesmo com tantas técnicas a serem utilizadas, se você não interage com os seus seguidores, pode acabar transmitindo um sentimento ruim para essas pessoas. 

Mesmo que você esteja só começando e o seu número de seguidores ainda seja baixo, nada impede que você tente uma comunicação mais próxima com eles. Muito pelo contrário, é mais fácil de conseguir respostas e compartilhamento das suas postagens.

Demonstrar que a sua marca se importa com o que os usuários sentem e começar uma relação de amizade com essas pessoas, pode ser uma maneira eficiente de gerar uma divulgação espontânea. 

Além disso, faz com que eles indiquem sua marca para outras pessoas e, ainda, sempre que precisarem de algum determinado produto ou serviço que você ofereça, a sua empresa venha em primeiro lugar na mente deles. 

Entre as ações que podem ser feitas para interagir com os seguidores estão: 

  • repostar os compartilhamentos;
  • curtir e responder os comentários;
  • interagir nos stories (enquetes, perguntas e respostas);
  • fazer lives; 
  • responder perguntas por meio de vídeos. 

6. Invista em conteúdos que estão em alta

Apesar de parecer ser uma afirmação contraditória, em vista do que foi citado um pouco acima, investir em conteúdos que estão em alta pode ser sim uma solução que vá trazer mais seguidores e engajamento para as suas redes sociais. Claro, nem só de tendências se vive um Instagram, por exemplo, mas em doses pequenas, faz super bem!

Criar conteúdos para mídias sociais com temas que estão em alta é uma boa maneira de entrar na onda e também ter mais visibilidade por estar falando sobre esses assuntos logo no começo da sua jornada nas redes sociais. 

Porém, para se destacar entre as tantas marcas que falam sobre o mesmo assunto, porque não optar pelos diferentes recursos das redes sociais, como o stories e o reels do Instagram, por exemplo?

Ter uma presença em novas funcionalidades lançadas pelas plataformas também é uma forma eficiente de fazer com que os algoritmos deem prioridade para as suas publicações e entregue-os para um número maior de pessoas. 

Entre os temas que estão em alta que podem ser abordados nas postagens, dependendo do tipo e personalidade da sua empresa estão:

  • música;
  • produtos de beleza;
  • dancinhas e trends;
  • memes
  • reality show;
  • entre outros. 

Mesmo que de forma indireta, esses temas podem aparecer em meio aos seus conteúdos, sendo uma maneira de tornar a visão do seu público perante a sua marca, mais descontraída e moderna. É claro que tudo isso só faz sentido de acordo com seu contexto de negócios, certo? Avalie e entenda se é o caso (ou não).

7. Tenha cuidado na hora de publicar os conteúdos

A etapa de publicação dos conteúdos também é de extrema importância. É nesse momento que o conteúdo vai atingir as pessoas, então é preciso que tudo seja planejado.

A primeira coisa a ter em mente para a publicação são as estratégias do profissional de Social Media Marketing e Social Media Optimization. Elas ajudam a tornar o conteúdo mais visível e melhorar o retorno sobre o investimento de produção.

Na hora de se publicar o conteúdo para mídias sociais, é fundamental ter certeza de que implementou todos os recursos para cada plataforma, ou seja, esteve de olho em todas as regras de cada rede social e no que os usuários de cada site consomem.

Um exemplo interessante é o Facebook. Nele contém regras bem rígidas sobre quais imagens podem estar em postagens que serão impulsionadas. Se você publicar um conteúdo no Facebook sem observar essas regras, pode acabar atrapalhando seu planejamento de campanha nas mídias sociais

8. Se preocupe com a identidade visual

A identidade visual de uma marca é a porta de entrada para os usuários buscarem o seu conteúdo nas mídias sociais. Se você não se preocupa com esse fator, pode ser que tenha dificuldade de ganhar seguidores ou até perca boa parte deles. 

Por isso, é fundamental que você invista em uma identidade visual que tenha a cara da sua empresa, com as cores, logo, padrões de publicação, filtros e formato de imagens.

Com isso, você terá mais reconhecimento dos usuários, além de transmitir a sensação de ser uma empresa séria e responsável, pensando sempre na qualidade dos posts e na boa experiência das pessoas dentro da sua rede social. 

O que acontece muitas vezes é o profissional que está gerenciando aquela página investir em conteúdos de qualidade no início de um trabalho e, após ter alguns resultados, “relaxar” nesse quesito após algum tempo. 

Portanto, é essencial que, desde o começo e enquanto durar as suas publicações nas redes sociais, a identidade visual e a alta qualidade das publicações sejam sempre uma prioridade da marca. Afinal, tudo tem um valor percebido, não é mesmo?

9. Use hashtags

Seja no Facebook, Instagram, Twitter, TikTok, Youtube, entre outras, sempre use hashtags para tornar o seu conteúdo mais notável. 

As hashtags, conhecidas popularmente como “jogo da velha”, possuem como principal função etiquetar (separar por categorias) os conteúdos da web. Ou seja, elas tornam uma determinada publicação mais visível para os usuários, aumentando o seu alcance e, consequentemente, o engajamento.

Além disso, as hashtags também servem para reunir usuários que possuem interesse em um determinado tema, com atualizações em tempo real no Instagram, por meio da pesquisa de publicações recentes.

Uma dica importante ao inserir hashtags em conteúdos para mídias sociais é tomar cuidado com o excesso. Evite inserir diversas tags de assuntos aleatórios nas publicações, a fim de conseguir mais curtidas ou compartilhamentos. 

10. Acompanhe as métricas

Após a criação das estratégias e a implementação do conteúdo para mídias sociais, é essencial que você tenha foco no pós publicação, ou seja, o que irá acontecer com esses conteúdos após a sua publicação. 

De nada adianta criar um planejamento incrível se você não conquistar os resultados pretendidos com suas mídias sociais ao longo do tempo. Por isso, manter o acompanhamento das métricas é fundamental para entender quais são os pontos de melhorias e o que deu certo para inserir em outras ações de Marketing Digital. 

Além disso, através das métricas, você poderá retirar insights importantes sobre o quê, quando, como e de que forma o seu conteúdo impacta melhor a sua audiência.

Entre as métricas mais relevantes para o seu conteúdo nas mídias sociais estão:

  • alcance: indica o número total de usuários que visualizaram as suas publicações, sejam elas no feed ou nos stories;
  • impressões: diz respeito a quantidade de vezes que um mesmo post foi visto pelos usuários;
  • engajamento: o quanto o seu público está interagindo com a sua marca, ou seja, número de curtidas, compartilhamentos, respostas de stories, etc;
  • cliques do link na bio: número de usuários que acessaram seu link na bio;
  • atividades dos seguidores: mostra o tempo médio que os seguidores passam no Instagram, os horários mais acessados e os dias da semana que estão mais ativos. 

Motivos para estar presente nas mídias sociais — Estatísticas importantes!

Agora que você já descobriu algumas dicas de como criar conteúdo para mídias sociais e ter mais sucesso nas suas campanhas, chegou o momento de conhecer mais motivos para investir nessa estratégia e levar mais visibilidade, alcance e conversões para sua marca. 

Confira algumas estatísticas que comprovam a eficiência das mídias sociais para as empresas no Brasil e no mundo:

  • de acordo com uma pesquisa do site Backlinko, cerca de 4.48 bilhões de pessoas usam redes sociais em todo o mundo, o que representa 56% da população mundial.
  • o brasileiro fica 3 horas e 42 minutos por dia nas redes sociais. O dado é da pesquisa Global Digital Overview 2021, feita pelo site We Are Social em parceria com o Hootsuite;
  • 71% dos clientes que tiveram uma boa experiência de compra em uma determinada rede social, disseram que recomendam a marca para familiares e amigos, de acordo com uma pesquisa realizada pela Forbes, em 2019 e divulgada pelo site Oberlo;
  • o Facebook está em primeiro lugar no ranking das redes sociais com mais empresas ativas, com mais de 2,8 bilhões de usuários ativos mensais no mundo, de acordo com dados da Statisa.

Conclusão

A criação de conteúdo para mídias sociais, apesar de parecer simples na superfície, exige um trabalho intenso de pesquisa, entendimento do público, planejamento, boa execução e acompanhamento de métricas para que seja efetivo e cumpra seus objetivos.

Para você que deseja se aprofundar neste assunto, confira nosso Curso de Mídias Sociais para ter muito mais insights sobre como explorar ao máximo estas incríveis plataformas de comunicação e relacionamento com clientes e prospects.

Fernando Souza

Consultor e Professor de Marketing Digital, Comunicação e Redes Sociais. Publicitário, Palestrante, Empreteco e Co-Fundador do blog TwitBrasil, atua no mercado digital há mais de 10 anos. Já desenvolveu projetos para: Ticket Edenred, Aprendiz, Fundação Telefônica, Big X Picanha, Julio Okubo, Petronas, Alpargatas, Corinthians, Abril, HSM, Microsoft, entre outras. Ministrou aulas, palestras e workshops para: Abbott, PUC-SP, FEA-USP, FIA, FMU, USCS, Trevisan, Sincor, FACESM, SPDS, Escola São Paulo, Faculdade Rio Branco, Anhembi Morumbi, Business School São Paulo, ESALQ-USP, etc.