Para muitos negócios, o gerenciamento de redes sociais é quase uma obrigação. Se você é empreendedor, é provável que já tenha um perfil comercial no Instagram ou uma página no Facebook.

O que leva tempo, para algumas empresas, é perceber como essas mídias sociais podem se encaixar na estratégia de Marketing Digital e abrir portas para novos negócios.

É muito comum iniciar o gerenciamento de redes sociais sem estratégia de conteúdo, calendário de postagem ou objetivos definidos.

Por isso, trouxemos dicas práticas para melhorar sua estratégia e começar a ver resultados nas redes sociais.

Gerenciamento de Redes Sociais

Ao contrário do que pode parecer, gerenciamento de redes sociais é um processo mais complexo que apenas agendar posts. Compreende desde a definição da estratégia até o levantamento dos resultados.

Vamos dividir o processo de gerenciamento em três etapas para facilitar a compreensão. São elas: planejamento; execução e análise.

Planejamento

Antes de começar a montar seu calendário, é preciso entender se sua empresa já fez o “arroz com feijão”. Estou falando de posicionamento definido, persona, público alvo.

Entender seu cliente vai te ajudar a ter clareza de como deve ser a comunicação da sua marca nas redes, tanto em termos de identidade visual quanto de linguagem.

Traçar o seu território de marca pode te ajudar a produzir conteúdos diversificados. Se você não sabe o que é isso, analise a figura abaixo:

Territórios de Marca
Territórios de Marca

Veja que no menor círculo está sua marca; logo em seguida seus produtos; depois os benefícios que os produtos trazem ao cliente, antes dos territórios de marca em si. Essa deve ser, mais ou menos, a proporção na qual você deve abordar o círculo. 

Tente falar mais dos assuntos que você tem em comum com o seu público do que martelar a marca da sua empresa ou tentar vender um produto logo de cara.

Se o que você disse for interessante, seus clientes estarão dispostos a te ouvir quando você oferecer um produto.

Quais redes sociais usar?

Tente descobrir onde está seu público. Você é uma empresa que atende a diferentes tribos ou é uma marca segmentada? Você atende outras empresas? Qual é a faixa etária dos seus clientes?

De acordo com essas respostas é possível deduzir quais ferramentas podem funcionar para você.

Também é possível validar suas hipóteses na prática, fazendo testes em cada rede e descobrindo qual entrega o resultado que você espera.

Estratégia nas Mídias Sociais

Sem uma estratégia bem definida, seu perfil será apenas mais um. Por isso, o primeiro passo é definir o objetivo de estar presente nas mídias sociais. Isso te dará um norte bem claro para seguir.

Objetivos do Gerenciamento de Mídias Sociais

Muitos objetivos diferentes podem ser alcançados através do gerenciamento de redes sociais. A divulgação da sua marca, criação de uma comunidade ou mesmo aumentar suas vendas são alguns exemplos.

Uma vez definido qual será o foco da sua atuação nas redes, vai ser bem mais fácil analisar a efetividade das suas estratégias.

Digamos que você tem um e-commerce de vinhos e quer mais pessoas visitando sua loja online. Qual deve ser seu objetivo? Gerar tráfego no seu site, talvez.

Suponhamos que você venda um serviço de consultoria de Marketing de Conteúdo. Seu objetivo pode ser gerar leads qualificados.

Esse objetivo não é definitivo, claro. Dependendo da fase de maturidade do seu negócio, as redes sociais podem se encaixar de diferentes maneiras na sua estratégia. 

Execução

Como me comunicar?

Como você deve saber, nas Redes Sociais é preferível adotar um tom mais informal, usar memes. GIFs e tudo mais. Contudo, se sua empresa tiver um perfil mais formal, seus clientes podem estranhar uma mudança tão brusca no comportamento da sua brand persona.

Por isso, na hora de definir como se comunicar e qual linguagem utilizar, é importante levar em consideração quem é o seu público-alvo.

O que publicar?

Para definir o que será publicado, é muito importante lembrar do seu objetivo principal. Não trace uma estratégia que funcione para 100% dos negócios. Afinal, a grande estratégia de conteúdo é sempre a que rompe paradigmas. 

Mesmo assim, se estiver difícil pensar em quais tipos de conteúdo você pode publicar, vamos deixar aqui uma lista de possibilidades para abrir seus horizontes.

  • Datas comemorativas: tente focar apenas nas datas que fazem algum sentido para sua marca. 
  • Vídeos: seja um institucional ou um tutorial que mostre como utilizar seu produto, videos são cada vez mais bem vindos nas redes sociais. 
  • Conteúdo relevante: costumamos classificar um conteúdo de valor nas categorias de informação, educação e entretenimento.
  • Eventos: aproveite a mídia para divulgar eventos que você promove, patrocina ou participa. 
  • Memes: sempre alinhado no posicionamento da sua marca, procure se enturmar utilizando pitadas de humor, para não parecer um estranho no ninho.
  • Produtos e marca: quando for oportuno, nada impede você de divulgar diretamente uma campanha de marca ou oferecer um produto. Certifique-se de não importunar seus seguidores com ofertas o tempo inteiro. 

Com qual frequência publicar?

Quando você atingir um bom nível de produção de conteúdo vai ficar fácil se perder e não saber o que publicar em cada dia da semana. É essencial manter um calendário de publicações nessa fase.

O ideal é que sua marca divulgue conteúdos novos todos os dias para os seguidores. Afinal, marcar presença constante é fundamental num relacionamento.

Mas você não precisa ter esse volume de produção desde o início. Foque primeiro na qualidade e faça publicações relevantes para o seu público.

Melhor horário para publicar

Saiba que essa é uma pergunta superestimada. O horário não vai ser decisivo para o sucesso da sua estratégia, o conteúdo sim. Apesar disso, você pode querer otimizar ao máximo a entrega do seu conteúdo, o que é válido.

Não existe um único horário para todas as empresas. Seria até sem graça. Cada público se comporta de uma forma e você precisa descobrir em que momento seus seguidores estão online para visualizar sua publicação.

Os dados da própria rede social já te dão alguma clareza, mas diversas ferramentas no mercado (como Mlabs, Etus, IconoSquare e outras) trazem análises detalhadas a respeito dos melhores horários para publicação.

Ferramentas para publicação

Uma ferramenta de agendamento de publicações não é indispensável, mas facilita muito seu trabalho de gerenciamento de redes sociais, principalmente quando sua frequência de publicações é intensa.

A ferramenta te dá o conforto de programar suas publicações quando for mais conveniente, sem precisar estar online sempre que um post novo sair.  Você define em quais horários quer suas publicações e, mesmo que você esqueça completamente, elas estarão lá.

Outra vantagem já mencionada desse tipo de ferramenta são os dados e relatórios completos que elas oferecem. Vale a pena se informar sobre essas funcionalidades antes de contratar um serviço. 

Como interagir?

Comentários ruins: é muito importante resolver o problema antes de responder seu cliente publicamente. Dessa forma, você responde um comentário ruim não somente com uma justificativa.

Se seu cliente teve algum problema com seu serviço é natural que ele procure suas redes sociais para tirar satisfações. Principalmente se o seu canal de relacionamento falhar.

Mas não adianta entrar em confusão. É fundamental ter empatia pela pessoa com quem você está interagindo, entender o problema e propor soluções.

Comentários bons: sua marca deve responder a todos os comentários positivos, se possível. O retorno que essa atitude traz pode ser muito valioso para a sua empresa.

Além de fazer seu cliente se sentir acolhido e atendido, os comentários são um importante critério utilizado pelos algoritmos para definir a importância do seu post e divulgá-lo para mais pessoas. 

Análise

As métricas que você vai analisar devem estar alinhadas com o objetivo da sua estratégia. Se o seu objetivo principal é geração de leads, essa deve ser sua métrica de obsessão.

Mas é bom ficar de olho em outros dados como:

Engajamento: mostra qual a porcentagem do seu público total que se interessa ativamente pelo seu conteúdo

Alcance das publicações: revela em quantas pessoas sua comunicação chegou e é importante para entender o awareness da sua empresa nas redes.

Métricas como o aumento do número de seguidores e a análise das interações deixadas nas suas publicações podem te ajudar a perceber como anda a construção da sua marca em determinada rede. 

Cuidado para não focar apenas nas métricas de vaidade. Curtidas, seguidores, engajamento, tudo isso só vale se suas redes sociais estão te ajudando a gerar novos negócios.

Monitoramento

Timing é uma das coisas mais importantes no gerenciamento de redes sociais. Estar sempre atento no que está bombando e saber o que as pessoas estão falando da sua marca em tempo real pode te dar uma vantagem nesse tempo de reação.

Portanto, fica aqui uma dica final que consiste em fazer buscas de palavras-chave que dizem respeito ao seu negócio. O nome da sua empresa, seu segmento, um concorrente ou uma hashtag que você utilizou em alguma promoção.

Existem algumas soluções no mercado que fazem esse monitoramento por você. Vale a pena pesquisar sobre o assunto. Afinal, com essa estratégia você poderá aproveitar tendências e fazer sua marca crescer mais rapidamente nas redes.

E aí, curtiu? Então vamos tirar essas dicas do papel e colocar o gerenciamento de redes sociais em prática! Estratégia boa é estratégia que roda na vida real e entrega resultados. Bom trabalho!