Como os ganhos de automação de marketing ganhando popularidade, muitas empresas estão expandindo seu uso de campanhas de e-mail, e os spams, infelizmente, também estão se expandindo. Mesmo se você não estiver tentando enviar spam, muitas de suas mensagens direcionadas podem ser jogadas no lixo, antes de suas perspectivas obterem uma primeira impressão. Além de escolher o melhor software de automação de marketing para gestão de campanhas e acompanhamento de engajamento, as empresas precisam identificar os pontos de responsabilidade que fazem as mensagens bem-intencionadas serem sinalizadas.

Permissões inadequadas

Para ter permissão de e-mail, o destinatário deve ter acordado para receber mensagens ou ofertas periódicas. Sem essa permissão, você está enviando mensagens não solicitadas, o que é uma maneira infalível de ser pego em um filtro de spam. Por exemplo, se você enviar um e-mail para uma lista de contatos adquiridos, quase todo o ISP vai ser suspeito. Listas adquiridos são uma das maneiras mais fáceis de ser identificado como um spam.

Envio de e-mails com conteúdo spam

O teor real de seus e-mails, incluindo letras maiúsculas, excesso de links, excesso de imagens e cabeçalhos, podem ser fatores que o classificam como spam, se você não for cuidadoso. Aqui estão algumas coisas a serem evitadas:

Não é atraente para o destinatário

De acordo com a Experian, 60% dos comerciantes não deixam os clientes escolherem o tipo de e-mail que desejam receber, e apenas 30% os deixam escolher quantas vezes eles querem receber a correspondência. Como mencionamos anteriormente, os filtros de ISP não são sua única ameaça para ser marcado como spam. A outra metade é o cliente (ou prospect, contato, etc.). Para evitar a rejeição, os comerciantes precisam se certificar de cada mensagem comprova sua própria relevância e valor, e que o cliente entende por que eles estão recebendo.

Ao invés de correr o risco de ser jogado no lixo, tenha o foco na entrega de e-mails de alta qualidade e que encantam e envolvem seus leitores.