A CTR, também conhecida como Taxa de Cliques, é uma das estatísticas mais importante para qualquer departamento de marketing digital. Afinal, ela está presente no Google Ads, no SEO, no E-Mail Marketing e em muitos outros ambientes de trabalho.

Neste artigo, vamos explicar melhor o que é a CTR, como ela é calculado e o que você pode fazer para melhorá-la. Esta melhoria pode acontecer em qualquer um dos diversos canais em que ela é relevante.

Vamos lá?

O que é CTR?

A Taxa de Conversão de Cliques, também conhecida pela sigla em inglês CTR (Click Through Rate), é uma métrica que calcula quantos cliques foram feitos em relação a quantas exibições cada link recebeu.

Ou seja: esta é uma métrica que ajuda a entender quantos cliques realmente aconteceram em comparado ao máximo de cliques possíveis. Além de ser importante para determinar o aproveitamento das oportunidades, esta também é uma forma de entender se é preciso buscar um aumento das exibições em potencial.

Portanto, a CTR ajuda a entender melhor não só se o link precisa de melhoria de copywriting ou de um posicionamento melhor. Ela também serve de base para determinar se as exibições estão suficientes!

Como calcular a taxa de cliques?

A taxa de cliques pode ser calculada usando como base a seguinte fórmula:

CTR = Número de Cliques X 100 / Número de Exibições

Portanto, esta métrica é uma porcentagem simples. Podemos dizer que ela é uma porcentagem porque é impossível que um clique ocorra sem uma exibição. Assim, o número nunca irá passar de 100%.

Também é importante lembrar que este número pode ter significados diferentes dependendo de onde ele é originado. Afinal, a CTR é uma estatística que se faz presente desde o Google Ads e o SEO até o e-mail marketing e as mídias sociais.

Para que serve a taxa no Google Ads?

No Google Ads, a função da taxa de cliques será de determinar o sucesso do anúncio. Assim, um valor baixo indica que é preciso investir em melhorar o anúncio através de copywriting ou posicionamento entre os anunciantes.

Entretanto, um CTR maior pode não ser sinônimo de sucesso. É possível que você não atinja metas se esta métrica estiver alta mas o número de exibições estiver baixo. Neste caso, é preciso melhorar o valor das exibições, seja através do Leilão do Google Ads ou focando em outra palavra-chave.

Agora, se o CTR estiver alto e as exibições satisfatórias, mas ainda assim a conversão for baixa, então é melhor olhar a taxa de conversão. Normalmente, esta estatística depende muito da landing page e do produto ofertado.

Como melhorar o CTR de anúncios do Google Ads?

Existem muitas formas de trabalhar um anúncio de Google Ads para melhorar sua taxa de cliques. Abaixo, listamos alguns exemplos de técnicas para procurar esta melhoria:

  • Insira a palavra-chave principal no texto do anúncio – Procure fazer isto de uma forma natural, inserindo-a tanto na descrição quanto no título;
  • Trabalhe sua CTA – pode ser positivo trabalhar melhor a Chamada à Ação dentro do seu anúncio, incentivando mais a interação do público com ele;
  • Use extensões de anúncio – as extensões de anúncio oferecem alternativas que melhoram o CTR ao oferecer mais alternativas e melhorar o potencial de postagem
  • Pense no Caminho do anúncio – é comum que os público observe o Caminho descrito no anúncio para tentar entender o que o espera na página de destino. Preste atenção nestes campos do anúncio e preencha com tópicos relacionados ao que está oferecendo.

O que a CTR indica no SEO?

O SEO, na verdade, é o nome dado ao conjunto de técnicas que ajudam a melhorar seus resultados na busca orgânica. Portanto, a forma certa de organizar esta pergunta é: “o que a taxa de cliques indica nas buscas orgânicas?”

A resposta é simples: indica se o meta-título e a meta-descrição da sua página estão adequados para a sua posição nas buscas. Aqui, o posicionamento é o fator mais importante.

Este valor depende da taxa de exibições, que por sua vez vai variar muito dependendo de em qual página das pesquisas seu resultado está. Um resultado de pesquisa na terceira página do Google tem um número de exibições muito menor do que a primeira página da mesma busca.

O CTR orgânico é muito influenciado pela posição de um resultado dentro de uma página. Isto foi provado pelo Backlinko através de uma pesquisa exaustiva. Os números que eles obtiveram para cada posição foram os seguintes:

Descrição da Taxa de Cliques orgânica dependendo da posição do resultado no Google. Fonte: Backlinko 1ª posição - 31,73% 2ª posição - 24.71% 3ª posição - 18,66% 4ª posição - 13,60% 5ª posição - 9,51% 6ª posição - 6,23% 7ª posição - 4,15% 8ª posição - 3,12% 9ª posição - 2,97% 10ª posição - 3,09%
Fonte: Backlinko

Como você pode ver, o posicionamento orgânico diz muito sobre a taxa de cliques. Se você tiver um resultado de buscas na primeira página que esteja gerando uma taxa muito abaixo da descrita acima, então é preciso trabalhar o copywrite da meta-descrição e meta-título.

Você pode alterar sua meta-descrição e meta-título através de plugins como o Yoast SEO.

Qual o significado da taxa de cliques no E-Mail Marketing?

Existem grandes confusões com relação ao CTR no e-mail marketing. Basicamente, ele diz respeito ao número de cliques que uma campanha recebeu em relação ao número de pessoas que receberam o e-mail.

Portanto, ela segue a seguinte fórmula:

CTR E-Mail = Número de cliques x 100 / número de recebimentos

Entretanto, esta estatística é muito confundida com o CTOR (Click to Open Rate), também conhecida como Taxa de Cliques por Abertura. Isto quer dizer que a fórmula desta estatística é:

CTOR = Número de cliques x 100 / número de aberturas

Na verdade, o CTOR é ainda mais eficiente para análise dos resultados do e-mail marketing. Isto acontece porque ele mede algo que pode ser alterado através de uma ação direta: o desempenho do texto e aparência do e-mail.

É importante também calcular a Taxa de Abertura dos e-mails, que segue a seguinte fórmula:

Taxa de Abertura = número de aberturas x 100 / número de recebimentos

A Taxa de Aberturas é diretamente influenciada pelo assunto do e-mail e pela aba da caixa de entrada em que ele cair.

Para que serve esta métrica nas mídias sociais?

Encontrar o CTR dentro das Mídias Sociais pode ser um pouco mais complexo. Isso porque, apesar de oferecer os dados que você precisa para realizar o cálculo desta métrica, ela só é oferecida diretamente quando o assunto são os anúncios.

Quando você está procurando a Taxa de Cliques das suas postagens orgânicas, é preciso usar de base o alcance (visualizações) e os cliques. Portanto, talvez seja mais fácil ter acesso a este dado quando você usa ferramentas de gerenciamento de publicação, como Hootsuite e mLabs.

Fora isto, é comum que as ferramentas de anúncio das redes sociais ofereçam esta métrica. Afinal, ela é relevante para que você alcance mais cliques. Com mais cliques no seu anúncio vem mais faturamento para a empresa dona da mídia social.

O próximo passo…

Agora que você entendeu melhor o que é CTR e porque esta métrica é tão importante, talvez seja a hora de entender melhor como funcionam todas as métricas do Google Ads!

Além disso, as métricas estão por todo o marketing digital. Você pode, por exemplo, estudar de forma mais aprofundada as métricas do Instagram.