Você sabe o que é marketing de performance? Esse é um assunto muito falado nos dias de hoje e que muitas empresas optam por essa estratégia para garantir mais resultados. 

Sendo assim, o marketing de performance, também conhecido como mídia performance ou tráfego pago diz respeito à estratégia de investimentos em canais de mídia digitais com o objetivo de anunciar produtos e serviços. Estas ações são pagas com base no desempenho da campanha (de acordo com os objetivos traçados – cliques, conversões, alcance, visualização de vídeo, instalações de apps, etc).

É válido dizer que este não é um assunto novo. Falamos de marketing de performance há muitos anos e os fundamentos são os mesmos, o que mudou ao longo do tempo foram novas ferramentas de mídia que surgiram no mercado.

Quer saber mais sobre esse assunto, como ter melhores resultados e onde aprender? Continue lendo este artigo e descubra!

O que é marketing de performance?

Como o próprio nome diz, o marketing de performance é uma estratégia de marketing digital em que as ações são focadas em trazer resultados a partir do investimento em mídia e da análise de dados. Ele tem como objetivo identificar se o investimento feito nas mídias digitais está dando retorno. 

Por meio de uma análise detalhada é possível verificar o desempenho de cada um dos anúncios e suas métricas específicas. Além dessas métricas, existem outras que iremos detalhar ao longo do artigo. Veja algumas delas:

  • CPC (Custo Por Clique): define um valor específico para cada clique que um usuário realiza em seu anúncio;
  • CPA (Custo Por Aquisição): é uma métrica de marketing digital que serve para medir o valor gasto por cada nova “conquista de cliente” da sua campanha de mídia paga;
  • CPL (Custo Por Lead): a divisão entre o valor gasto em sua campanha e o número de pessoas que efetivamente mostraram-se interessadas no seu produto.

No entanto, é importante ter em mente que para aplicar essa estratégia, é necessário utilizar as ferramentas adequadas para acompanhar cada anúncio, sendo extremamente eficientes para melhorar os seus resultados. Para você saber quais são elas e como elas funcionam, iremos detalhar ao longo do artigo. 

Como funciona o marketing de performance? Conheça as métricas mais importantes

Como dito anteriormente, existem outras métricas muito importantes no marketing de performance  que contribuem diretamente para o aumento dos resultados da sua campanha. 

Entre esses KPIs estão:

Impressões

Essa métrica está relacionada com a quantidade de vezes que o anúncio foi visualizado pelo público, sendo separada por canais, como Facebook Ads, Instagram Ads, Google Ads e TikTok Ads, por exemplo.

Sendo assim, somam-se todos os números, inclusive nos casos em que um mesmo usuário veja um conteúdo mais de uma vez, ou seja, se uma publicação tem três impressões e dois de alcance, isso indica que o conteúdo foi visualizado mais de uma vez por alguém.

Diante disso, é interessante ficar de olho em discrepâncias extremas entre o número de impressões e o número de cliques. Ter milhões de impressões e poucos cliques pode ser um ponto de atenção. 

CPC: Custo por Clique

Esta métrica, como o próprio nome já diz, mostra o quanto um anunciante irá pagar por cada clique gerado em suas campanhas. Em plataformas como o Google Ads, por exemplo, esta é uma métrica muito utilizada. Nas campanhas de Search (na rede de pesquisa do Google), o anunciante só paga quando um usuário clica em seu anúncio.

Isso significa que, só haverá custo de campanha caso hajam cliques nos anúncios, caso contrário você não será cobrado.

CPM: Custo Por Mil

O CPM significa custo por milhar ou por mil, que foca na exposição e visibilidade da marca ou produto. O CPM custa consideravelmente menos do que os modelos anteriores, pois exige muito menos do público-alvo. 

Dessa forma, a mensuração e a qualificação do público impactado pelas campanhas também é inferior, já que conta com menos ações realizadas e, assim, você terá menos informação sobre quem interagiu ou não com a sua peça.

CPV: Custo por Visualização

O Cost per View, em inglês, ou custo por visualização é uma métrica utilizada em campanhas de vídeos. Ao criar uma campanha de vídeo no Youtube, por exemplo, esta é uma métrica que estará presente. Assim como no custo por clique, você poderá definir um valor máximo de CPV, ou seja, qual é o valor máximo que você aceita pagar por uma visualização de vídeo de sua campanha.

Receita

De nada adianta fazer investimento em anúncios e na produção de conteúdos, se eles não estão gerando novas vendas, certo? 

Sendo assim, a receita de um negócio está diretamente ligada com a performance – Isto porque ela representa todos os ganhos de vendas, serviços e produtos de uma empresa. 

A receita representa a quantidade monetária que as ações de marketing estão movimentando, representando o lado positivo e de acréscimo no volume de vendas totais do negócio.

Para que você possa auferir corretamente a receita gerada por ações de marketing de performance é necessário que seja realizada uma integração de seu site com estas plataformas (no caso de um e-commerce, por exemplo) ou então você deve integrar seu CRM com estas plataformas para entender se uma nova venda gerada veio de alguma ação de marketing, num canal específico.

Quais são as vantagens do marketing de performance?

Agora que já sabe o que é marketing de performance e como ele funciona, chegou a hora de conhecer as vantagens dessa estratégia e como ela contribui para o aumento dos resultados de suas vendas/marca.

Porém, é importante lembrar que, apesar dessa estratégia ser muito eficiente, é fundamental que você esteja atento a todos os detalhes, taxas e números demonstrados nos relatórios, pois sem fazer a sua parte, não será possível ter uma performance positiva dos seus anúncios. 

Veja as vantagens a seguir:

Análise em tempo real

Não tem nada melhor do que acompanhar os resultados dos seus anúncios digitais em tempo real, não é mesmo? Fazendo isso, é possível prever os erros, mudar a rota, caso algo não esteja dando certo ou, ainda, analisar o que está sendo positivo para implementar em outras campanhas. 

Além disso, esse acompanhamento em tempo real aumenta a capacidade de tomada de decisão dos gestores de modo rápido e mais eficaz.

Versatilidade

Outra grande vantagem do marketing de performance é que ele permite que você faça as alterações necessárias, caso identifique falhas ou pontos de melhoria, em suas campanhas a qualquer momento, para que os resultados sejam otimizados.

Já imaginou identificar um erro na sua campanha e poder alterar ou otimizar na mesma hora? Isso é possível nas plataformas de mídia performance.

Por isso, investir em marketing de performance pode ser uma boa oportunidade para testar ações e garantir que elas possam ser alteradas ao longo do caminho.

Resultados mensuráveis

Você já parou para pensar que realizar ações e não conseguir mensurar os resultados pode ocasionar a perda de grandes oportunidades para o seu negócio? Existem grandes insights nos relatórios que podem contribuir com melhorias e evitar possíveis erros.  

Sendo assim, é possível ter um resultado palpável para todas as ações realizadas dentro de uma mesma campanha. Dessa forma, uma prática muito comum é a comparação entre canais, anúncios e campanhas diferentes. Mostrando exatamente o que é mais efetivo para o seu negócio. 

Conhecimento no comportamento do consumidor

Conhecer a jornada de compra do cliente é fundamental na criação de conteúdos relevantes para determinado público e melhorar sua experiência.

Atualmente, com as mídias digitais, é possível obter dados valiosos sobre os hábitos, comportamento e interesses dos clientes, o que ajuda a criar campanhas sob medida para diversos públicos e aumentar a conversão.

Como ter melhores resultados com o marketing de performance?

Mesmo sabendo o conceito e as vantagens do marketing performance, para entender realmente a fundo sobre esse assunto, é fundamental colocar em prática todos os ensinamentos.

Diante disso, para que você tenha melhores resultados usando o marketing de performance, é fundamental seguir as seguintes dicas:

1. Entenda seu funil de conversão

Antes de começar a pensar em trazer tráfego para seu site, é importante que você tenha um caminho claro para levar o seu usuário para realizar a ação que você deseja que ele faça em seu site. 

Seja a compra de um produto, preenchimento de um formulário de contato ou a realização de um chat online com algum de seus consultores. 

Para isso, é importante criar um site que torne o fluxo dos usuários o mais intuitivo possível. Posteriormente, é fundamental entender exatamente que tipo de consumidor você quer atrair ou que tem mais aderência ao seu produto. Neste ponto, entender a sua persona é fundamental.

2. Defina o objetivo

No Marketing de Performance, é preciso saber onde se quer chegar, para saber como chegar. Sendo assim, para criar uma campanha promissora é necessário definir um objetivo. Por exemplo:

  • aumentar o número de leads gerados;
  • aumentar as vendas do produto X;
  • gerar tráfego no site/blog;
  • gerar instalações de aplicativo;
  • gerar visualizações de um vídeo promocional;
  • atingir pessoas que já passaram pelo site e não compraram (remarketing);

Faça uma análise para verificar o que faz mais sentido para atingir as metas de seu negócio.

3. Escolha o melhor canal de divulgação

Analise e relacione o histórico de sua presença no ambiente digital com o seu objetivo. Assim, será mais fácil determinar quais são os canais de comunicação que serão utilizados. 

É extremamente relevante levar em consideração o perfil e comportamento da persona para saber se ela usa mais redes sociais ou se anúncios no Google podem ser mais efetivos. Contudo, não é necessário escolher apenas uma opção. 

4. Determine o quanto investirá (budget da campanha)

Os recursos devem ser pré-estabelecidos e limitados para cada canal utilizado para a divulgação das soluções que seu negócio oferece ao público. Já que essa também é uma maneira de ter controle sobre o quanto está sendo investido (e se o retorno obtido está sendo satisfatório).

Algumas formas formas de definir o budget é decidir o valor máximo que você pretende gastar por lead ou clique, por exemplo, já que isso servirá como uma forma de mensurar e evitar que os valores planejados para cada campanha não sejam extrapolados.

5. Utilize as plataformas corretas

As mídias pagas no Marketing de Performance podem ser organizadas em diferentes canais, como buscadores como Yahoo, Google e Bing, por exemplo. Também existem os tipos de mídias pagas em redes sociais, como Facebook, Instagram Ads, TikTok Ads, Linkedin Ads, Twitter Ads. Vamos falar de algumas delas:

  • Google Ads: as campanhas na rede do Google (rede de pesquisa e display), como são conhecidas as mídias pagas para Marketing de Performance no Google. Você poderá realizar campanhas tanto no próprio buscador quanto em seus milhares e milhares de parceiros, além do próprio Youtube. Se o seu público naturalmente já busca sobre soluções como a sua no Google, pode ser um ótimo canal para estar; 
  • Facebook Ads: as mídias pagas no Facebook, também chamadas de Facebook Ads, são usadas para a promoção de postagens, do site de uma empresa ou de campanhas. Para organizar as campanhas de Face Ads, os/as profissionais de Marketing Digital trabalham informações do perfil dos/as usuários/as, dados demográficos, interesses e localização. A plataforma conta ainda com a possibilidade de trabalhar com públicos personalizados e públicos semelhantes;
  • Instagram Ads: as mídias pagas no Instagram Ads com foco em Marketing de Performance também são usadas para aumentar as visualizações de vídeos e posts promocionais, instalação de apps, conversões e cliques. As opções de segmentação são as mesmas que no Facebook Ads.

Onde aprender marketing de performance?

Existem diversas possibilidades de aprender sobre marketing de performance nos dias de hoje. Por ser um assunto muito popular e as necessidades do mercado cada vez mais evidente, é imprescindível que você, como profissional dessa área, esteja qualificado e preparado para as demandas exigidas. 

Sendo assim, para aprender sobre esse assunto, você pode apostar em cursos de tráfego pago, vídeos e webinários e workshops que falem sobre esse determinado tema. 

Alguns cursos da Mirago sobre o tema:

O mais importante depois deste primeiro contato é colocar em prática os ensinamentos adquiridos nessas aulas. Isso é de extrema importância para garantir que você aprenda na prática. De nada adianta, saber os conceitos e não saber aplicá-los, não é mesmo?

Gostou de saber mais sobre marketing de performance? Este universo é bastante extenso e muito rico. Se você está iniciando no marketing digital, faço um convite para que conheça nosso Curso de Marketing Digital para Iniciantes. Um curso gratuito e super bem avaliado para você que deseja dar seus primeiros passos. Confira!